Vigilante é detido por descumprir medida protetiva em São Mateus

Compartilhe

Um vigilante de 49 anos, suspeito de descumprir medida protetiva de urgência (MPU), foi detido, na tarde dessa segunda-feira (06), pela equipe da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de São Mateus, no Centro da cidade. A prisão aconteceu em cumprimento de mandado de prisão preventiva.

Segundo a titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de São Mateus, delegada Gabriella Zaché dos Santos, a vítima, uma mulher de 47 anos, esteve na delegacia duas vezes, comunicando que o suspeito insistia em descumprir a medida protetiva e ameaçá-la.

“No dia 26 de abril, a vítima esteve na unidade e declarou que o indivíduo nunca cumpriu a medida protetiva, que ele a xingava, perturbava e ameaçava. Mesmo após a concessão da medida protetiva, o suspeito ficava próximo à residência dela, de forma a intimidá-la”, contou.

Quase um mês depois, no último dia 20, a vítima esteve na unidade para relatar que novamente o vigilante estava descumprindo a medida protetiva. “A vítima relatou que ele xingava dizendo que ninguém iria tirar ele de dentro do quintal, que ele mandava no local, chegando a dizer que só sairia de lá morto e iria aterrorizar. Neste dia, a vítima declarou que ele ficava fazendo cenas obscenas para ela e suas filhas e que ele continuava com ameaças”, disse.

Neste caso, o suspeito descumpriu a medida e um mandado de prisão foi solicitado e deferido pela 3ª Vara Criminal de São Mateus e cumprindo. A delegada orienta que as mulheres que forem vítimas de violência doméstica e familiar ou que vivam um relacionamento abusivo, denunciem a situação.

“Orientamos que as vítimas procurem a delegacia para registrar o boletim de ocorrência, para que os autores dos fatos sejam devidamente investigados e responsabilizados por seus atos. A mulher que tem deferida uma medida protetiva em seu favor e o agressor estiver a descumprindo, deve comunicar ao fato à polícia e ao judiciário para que ele responda também pelo crime de descumprimento de medida protetiva de urgência. Além disso, se o agressor estiver cometendo o crime naquele momento, a Polícia Militar deve ser acionada por meio do 190”, informou.

As denúncias sobre casos de violência doméstica e familiar também podem ser feitas por meios do Disque-Denúncia 181 e do Disque 180, que é a central de atendimento à mulher do Governo Federal.

O homem foi conduzido ao plantão da 18ª Delegacia Regional de São Mateus e, posteriormente, encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Mateus.

Texto:  Olga Samara Gomes

Leia também

Rock in Rio Lisboa tem toalha com rosto de Lula e funk proibidão com Rebecca

LAURA LEWER LISBOA, PORTUGAL (FOLHAPRESS) - A poucos metros de onde a brasileira com família portuguesa Mar.iana cantava...

Competição leva 1,8 mil ciclistas às ruas do Rio

Cerca de 1,8 mil ciclistas participam na manhã de hoje (26) do L’Étape Rio, disputa que ocorre no...

Presença de Renato Casagrande está confirmada na inauguração da clínica Med.Álise em Barra de São Francisco

A inauguração da Clínica Med.Álise Maura Maria de Paula foi confirmada pela empresária Josi Lopes e o prefeito...

PIAUÍ: Equipes de Atenção Básica realizaram 6,2 mil consultas de pré-natal com seis ou mais atendimentos por gestante em 2021

Para prevenir e detectar precocemente doenças em gestantes e bebês, o Ministério da Saúde recomenda que as mulheres...

Menina de 10 anos que engravidou após estupro há 2 anos precisou mudar identidade e endereço

    Hospital Roberto Silvares, em São Mateus — Foto: Frideberto Viega/TV Gazeta A gravidez após estupro voltou a ser assunto...

Programa vai formar jovens em tecnologia da informação

O governo do Paraná vai apoiar os municípios do estado para que promovam a formação de na área...

Polícia prende suspeito e desarticula laboratório clandestino de anabolizantes

A equipe do Departamento Especializado em Narcóticos (Denarc) prendeu um empresário de 29 anos, na última nessa sexta-feira...