Vice-prefeito eleito quer geração de emprego para Nova Venécia

Paulo Roberto Damaceno, 49 anos, será empossado no próximo dia 1°, e confia num mandato promissor para o Município, com olhar voltado para grandes gargalos locais

Casado com a Assistente Social Lúcia Possebon da Silva Damaceno, Paulo Roberto Damaceno, 49 anos, será empossado no próximo dia 1°. Vice-prefeito eleito de Nova Venécia, o advogado é filho de Victor Alves Ribeiro e Edith Damaceno de Oliveira (In Memória).

Morador do bairro Aeroporto, Dr. Paulo Roberto, como é mais conhecido, possui pós-graduações em diversas áreas, inclusive em Gestão Pública e pós-graduando em Direito Eleitoral.

O veneciano foi presidente do PHS por mais de dez anos, e há pouco mais de um ano, assumiu a presidência do Solidariedade. Na entrevista, o vice-prefeito eleito junto ao prefeito André Fagundes, com 10.5550 votos, conta um pouco da sua trajetória política e o que deseja realizar no executivo.

Escolha vice-prefeito
“Tenho um trabalho desenvolvido no meio político há 12 anos. Junto a isso, temos o Grupo Alternativa, composto por integrantes de várias ramos da cidade. Dentro desse grupo, na etapa final, ficamos entre três para a escolha, o André, o Ademir Cassaro, e eu. A decisão em conjunto foi o André como candidato a prefeito e o meu nome, em vice-prefeito”.

Preparado
“Sinto-me extremamente preparado para atuar em qualquer cargo público, estudei para isso, e venho trazendo a prática da política nesses 12 anos como presidente de partidos. Já chego confiante para realizar o meu trabalho”.

Cargo
“Até hoje o André e eu não tivemos essa conversa sobre eu assumir algum cargo. Mas estou à disposição para o que ele achar que me encaixo. Queremos fazer diferente. Todos que passaram pela administração de Nova Venécia, desempenharam um trabalho para o crescimento de nossa cidade, mas queremos fazer mais”.

Emergência
“Nova Venécia é uma cidade que cresceu, respeito quem esteve na administração do nosso município, desenvolveram um bom trabalho. Mas precisamos de geração de emprego e renda. Temos grandes gargalos na cidade, como falta de água em bairros, infraestrutura, Educação, mas a geração de emprego, é algo que precisa de um olhar diferenciado”.

Comércio local
“Nosso comércio local precisa de amparo. Para alavancar, entre outras iniciativas, precisamos dar atenção às festividades, colocar nosso turismo para desenvolver. Nossa cidade tem potencial e possui várias belezas naturais, isso vai ajudar a movimentar nosso comércio”.

Agricultura
“É preciso fomentar a agricultura familiar, como é preciso também apoiar os grandes produtores, precisamos atuar das duas formas. Projeto de caixa seca, carreadores, é algo que tem que ser realizado. Temos também leis Federais que amparam a distribuição de sementes, é uma alternativa para nosso homem do campo. Ainda, podemos atuar na fruticultura, vejo nosso interior pouco desenvolvido nisso, a diversificação de cultura pode ajudar o meio rural”.

Servidor público
“Em nossa campanha não prometemos nada mirabolante. Em nosso plano de Governo há a correção da inflação nos vencimentos dos servidores e vamos cumprir. Mas não quer dizer que não temos a intensão de outros projetos. Estamos com a intensão de enxugar a máquina, e talvez dê para o nosso servidor público ter um ganho salarial, incluindo plano de carreira”.

Profissão político
“Político não é profissão de jeito nenhum. Sou advogado e com muito orgulho, amo o que faço, sou realizado em minha profissão. Estamos aqui para apoiar o desenvolvimento da cidade, e acreditando que a alternância de poder é o melhor para a população, que também entendeu dessa forma”.

Emprego
“A oportunidade de emprego é algo que merece toda nossa atenção, vamos atuar para uma economia forte em nossa cidade. Todos os setores são importantes, mas a economia precisa melhorar, a geração de emprego, a busca para abertura de empresas, indústrias também”.

Desigualdade social
“O que pode diminuir a desigualdade social é a geração de emprego. A pessoa sem emprego fica afastada de quem tem emprego. Iremos agir em desenvolvimento para essa cidade e atuar para a geração de emprego”.

Agradecimentos
“Primeiro quer agradecer a Deus, graças a Deus fomos eleitos. Depois quero agradecer aos 10.550 mil votos que tivemos e também, aos que não puderam votar. Fizemos uma campanha limpa, sem agredir ninguém, e chegamos até aqui dessa forma. Iremos continuar do mesmo jeito. Quero agradecer a Nova Venécia de um modo geral, a todos os nossos moradores e venecianos. Obrigado!”

Fonte: Cintia Zaché / redenoticiaes

Leia mais

Leia também