Vereadores participam de reunião sobre nova ferrovia que passará por Barra de São Francisco

Compartilhe

O presidente da Petrocity Group, José Roberto Barbosa da Silva, juntamente com sua equipe, esteve em Governador Valadares na tarde de desta segunda-feira(8) para uma reunião técnica sobre a Estrada de Ferro Minas-Espírito Santo (EFMES), com o objetivo de começar a definir o local onde será construída a futura Unidade de Transbordo e Armazenagem de Cargas (UTAC) da cidade. A EFMES contará com 460 km e ligará o Vale do Aço ao Centro Portuário de São Mateus, em Urussuquara, litoral norte capixaba.

Na Estrada de Ferro Minas-Espírito Santo (EFMES),  Barra de São Francisco também poderá ter uma Unidade de Transbordo e Armazenagem de Cargas. Serão 200 mil metros quadrados de uma UTAC, que poderá ser gerida por um consórcio de empresas locais. Isso vai mudar a configuração geoeconômica regional, atraindo empresas para instalarem galpões ao redor do porto seco para facilitar o escoamento de mercadorias e produtos.

Os vereadores de Barra de São Francisco, Emerson Lima (PSD) e Lemão Vitorino (PSD) – Presidente da Câmara Municipal, participaram da reunião e ficaram maravilhados com o projeto.

Veja mais sobre o projeto

O Prefeito de Governador Valadares, André Merlo (PSDB), ressaltou a importância do encontro para trazer maior clareza sobre os projetos da empresa para Valadares. “Eu queria dizer que é um prazer estar recebendo mais uma vez a Petrocity para o nivelamento do projeto que foi lançado em 2017 e que, naquela época, parecia um sonho distante e que, em 2021, está se tornando realidade, com o início desse projeto tão importante para Governador Valadares e toda região.  É um empreendimento totalmente privado, mas que conta com o apoio do poder público e irá trazer novos empreendimentos, novas indústrias, além da infraestrutura na área de logística”, disse o prefeito.

A Petrocity Group possui três projetos de ferrovias com pedido de autorização junto ao Governo Federal, dentro do novo Marco Regulatório Ferroviário, definido pela MP 1065/2021 que serão integradas. Além de três ferrovias – Estrada de Ferro Minas-Espírito Santo (EFMES), Estrada de Ferro Juscelino Kubitschek (EFJK) e Estrada de Ferro Planalto Central, a Petrocity ainda tem o projeto de construção de um porto com capacidade para 18,5 milhões de toneladas por ano e de termoelétricas em São Mateus, além da construção de dois navios, no Estaleiro Enseada (BA), para usar no transporte de cabotagem.

As Unidades de Transbordo e Armazenamento de Cargas (UTAC’s) são unidades no formato de porto para integração dos modais. A empresa adota um modelo bem diferente do que chamam de unidades de integração de ferrovias, que são as meia-peras para passar de uma ferrovia para outra. Nesse caso, as UTACs da Petrocity são centrais de serviços, com todos os serviços relacionados à logística, muito diferente do que é praticado hoje, o que possibilitará, inclusive, a instalação de um porto seco alfandegado em Governador Valadares.

Segundo o diretor-presidente da empresa, a instalação da UTAC na cidade levará Valadares para mais perto do mar através dos portos. “O nosso objetivo aqui é dar todos os encaminhamentos junto ao Município de Governador Valadares, que é a base de toda essa região do Vale do Rio Doce, para identificar o melhor local para a instalação da UTAC na cidade. Isso aqui foi idealizado em 2017, mas foi só com a MP 1.065/2021 que tivemos a certeza de que conseguiríamos prosseguir. Trata-se de um projeto atual e muito moderno que possibilitará a integração dos modais portuário, ferroviário e rodoviário, além de garantir a interiorização da economia e redução dos custos para as cargas. Já estamos com o projeto em pleno curso. Valadares possui uma localização estratégica, com o entroncamento rodoviário das BRs 116 e 381, além de possuir um potencial produtivo. A nossa previsão é que em 2026 todo o projeto esteja já concluído”.

Dentre os principais produtos para transporte na região de influência da EFMES estão o café, outros produtos da agricultura, celulose, rochas ornamentais, produtos da silvicultura – madeira/eucalipto, sal-gema, produtos da indústria siderúrgica, produtos da atividade pecuária, carga de projeto. Além disso, a EFMES possibilitará a importação de carga conteinerizada e carga geral.

A reunião contou com a participação do Deputado Federal Hercílio Diniz; do Presidente da Associação Comercial e Empresarial de Governador Valadares, Jackson Lemos, além de representantes de outros municípios do Leste de Minas, autoridades públicas e segmentos empresariais ligados ao comércio e à indústria.

Também estiveram presentes na reunião parceiros técnicos da empresa indispensáveis para o avanço em questões fundiárias (desapropriações) e ambientais (licenciamentos), e que também serão fundamentais para dar prosseguimento nessa megaestrutura logística que integrará porta a porta o modal rodoviário ao ferroviário, com destino ao porto de São Mateus.

UTAC’s

Esse megaporto multicargas da Petrocity Portos S.A será erguido pela Odebrecht com recursos da ordem de R$ 10 bilhões, dos quais R$ 56 milhões serão investidos na construção de uma Unidade de Transbordo e Armazenamento de Cargas (UTAC’s) em Valadares. Essa unidade de transbordo vai ocupar uma área entre 400 e 600 mil metros quadrados. Será um Distrito Industrial e Portuário (D.I.P) integrado ao Centro de Controle de Tráfego Ferroviário (CCTF).

A contrapartida do Município, além de incentivos fiscais, inclui infraestrutura (saneamento) na região a ser escolhida para receber o empreendimento e um plano de capacitação de mão de obra (escolas, escolas técnicas e centros de capacitação). As outras UTAC’s serão erguidas no Vale do Aço (MG) e Barra de São Francisco (ES).

Novo Marco Legal das Ferrovias

O novo Marco Legal das Ferrovias, previsto na Medida Provisória 1.065/2021 assinada pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, no dia 30 de agosto, cria condições para aumentar os investimentos privados no setor ferroviário. A medida reduz a burocracia para a construção de novas ferrovias e inova no aproveitamento de trechos ociosos e na prestação do serviço de transporte ferroviário.

Entre as mudanças previstas no texto está a permissão da construção de novas ferrovias por autorização, à semelhança do que já ocorre na exploração de infraestrutura em setores como telecomunicações, energia elétrica, portuário e aeroportuário.

O principal objetivo é abrir espaço para a iniciativa privada, dando segurança jurídica para investimentos na construção da malha ferroviária brasileira e, assim, contribuir para descentralizar o nosso modal de transportes, que hoje ainda é muito concentrado no modal rodoviário.

Estima-se que o Novo Marco Legal das Ferrovias pode trazer R$ 80 bilhões de investimentos.

Leia também

Homem tem 52% do corpo queimado em Água Doce do Norte

Zé Marcelino, como é conhecido, é morador do Córrego São Domingos, zona rural de Água Doce do Norte,...

Enivaldo faz abertura oficial do Gabinete Administrativo do Pesque Pague e diz que local terá eventos todos os domingos

Pelo menos 250 pessoas passaram, na tarde deste sábado, 13, pelo restaurante do antigo Pesque Pague Paraíso, agora...

NAC apoia produtores para fazer declaração do ITR e impressão do Cadastro de Imóvel Rural

Do dia 15 de agosto até 30 de setembro, a Secretaria Municipal da Fazenda, através do Núcleo de...

Rota do Mel amplia as possibilidades de mercado para apicultores em nove estados brasileiros

Setor com grande potencial de expansão, a apicultura no Brasil é responsável pela geração de mais de 350...

ES: soldado da PM é preso suspeito de matar homem durante discussão por pino de cocaína

  O soldado da Polícia Militar do Espírito Santo, Lucas de Figueiredo Pereira, de 37 anos, está preso suspeito...

Secretaria de Educação encerra 3ª Formação do Programa Alfabetização Aqui é pra Valer

  A Prefeitura de Nova Venécia, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seme), na sexta-feira (05), realizou a...

Rede Gazeta abre inscrições para 25º Curso de Residência em Jornalismo

    Lançamento do Curso de residência ocorreu na última sexta-feira (5), no auditório da Rede Gazeta — Foto: Rede...

Incêndio de grandes proporções atinge área de vegetação em Vitória

    Incêndio de grandes proporções atinge área de vegetação em Vitória — Foto: Notaer/Divulgação Um incêndio de grandes proporções atingiu...