Venezuela confirma recebimento de 5º carregamento da vacina russa Sputnik V


Sputnik “O ministro da Saúde [Carlos Alvarado] esteve em Maiquetía recebendo novas doses da vacina russa Sputnik V”, anunciou Maduro durante um discurso televisionado.

A entrega deste domingo (2) foi a quinta remessa da Sputnik V recebida pela Venezuela desde fevereiro. E, segundo as autoridades de saúde venezuelanas, não foram registrados casos de efeitos colaterais da vacina russa no país até o momento.

​Em agosto de 2020, a Rússia se tornou o primeiro país do mundo a registrar uma vacina contra a COVID-19, batizada de Sputnik V, e desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya (Centro Gamaleya). Até o momento, a vacina foi aprovada para uso emergencial em 64 países. 

De acordo com uma análise provisória de um ensaio publicado na revista The Lancet, o imunizante russo tem 91,6% de eficácia. Mas dados do Centro Gamaleya e do Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF) indicam que a Sputnik V teria 97,6% de eficácia.

REUTERS / Dado Ruvic

REUTERS / Dado Ruvic (Foto: REUTERS/Dado Ruvic)

Leia mais

Leia também