Veneciano é cidadão americano, com tudo legalizado e até direito de voto

» Flávio Machado Vidoto trabalha em uma grande concessionária de automóveis

Há 21 anos, Flávio Vidoto pediu demissão das duas empresas que trabalhava em Nova Venécia e foi em busca dos seus sonhos, no Estados Unidos

Continuando a série de reportagem com os venecianos que moram mundo a fora, trazemos hoje uma matéria especial com Flavio Machado Vidoto, 49 anos, há 21 anos nos Estados Unidos. Ele reside em Plymouth, sul de Boston, no Estado de Massachusetts, e hoje, é um cidadão americano, com toda documentação legalizada.

Há 20 anos trabalhando em concessionária de carros, Flávio teve o convite para fazer uma experiência no ramo de vendedor de automóveis, enquanto entregava pizza ao proprietário do estabelecimento. Um dos grandes motivos foi a fluência na língua portuguesa. “Entregava pizza e ele notou que eu falava o inglês e português. Me contratou porque eu poderia atender também os brasileiros e outras nacionalidades que falam Português, foi assim que comecei”, explica.

Vidoto hoje é funcionário da Sullivan Brothers Toyota, empresa que está há mais de 30 nos no mercado, e que chega a vender cerca de 300 carros por mês, novos e seminovos. “Minhas vendas são a maioria para americanos. Trabalho cerca de 12 horas ao dia, seis dias na semana, e folgo apenas um. A loja abre nos fins de semanas e feriados, estou em um País capitalista, o ritmo aqui é acelerado”, revela.

Cidadão americano

Muito bem inserido e apaixonado pelos Estados Unidos, Flávio conquistou o que muito imigrante sonha: depois do Green Card (visto permanente de imigração), a vez foi de ser naturalizado cidadão americano, cerimônia que contou com juramento da Bandeira americana e outros protocolos formais. “Foi emocionante. É como nascer de novo, meus documentos aqui são como de qualquer outro americano, tenho passaporte americano e todos os direitos que os nascidos aqui tem, inclusive de votar”, fala.

» Cerimonia em que Flávio Machado Vidoto recebeu oficialmente a documentação de cidadão naturalizado americano

Antes de ir embora para os Estados Unidos, Vidoto era locutor da Rádio Nova Onda e lecionava Inglês em uma rede privada de cursos de idiomas, além de já ter trabalhado na extinta Rádio Robusta. “Eu larguei tudo e vim embora atrás de um sonho. Desde meus 15 anos fazia planos de morar na América. Perdi meu pai, isso me abalou demais, eu vi que havia chegado a hora”, diz.

» Flávio (primeiro D) Já foi locutor da Nova Onda e da extinta Rádio Robusta

Quando chegou aos EUA, de acordo com o veneciano, nada foi fácil. Apesar de ser fluente na língua do País, Flávio enfrentou a difícil concorrência para vagas de empregos, como qualquer imigrante. “Trabalhei em muitas coisas por aqui, consegui também ser locutor de uma rádio Portuguesa. Me considero uma pessoa de sorte. Quem deu entrada para me legalizar nos Estados Unidos foi o proprietário da empresa que me contratou quando eu entregava pizza, a Chevrolet Cadillac.

De acordo com Flávio, os planos são de continuar morando nos EUA, sem intenção de volta. “Já me adaptei à cultura americana, amo morar aqui, não troco esse País por lugar nenhum. Quando eu aposentar, pretendo voltar a morar no Brasil!”, relata.

Quando perguntado do que sente falta no Brasil, Vidoto é categórico. “Da minha mãe, minha família e dos amigos, o resto, nada faz falta, estou bem aqui. Um conselho que dou a quem quer migrar, é aprender a língua local, já será um grande passo”, finaliza.

Fonte: Cintia Zaché / redenoticiaes

Leia mais

Jadilson Marvila será o vice prefeito na chapa encabeçada por Samuel Zuqui em Piúma

Após confirmar sua candidatura pelo PSDB, o ex-prefeito...

Cartilha da Funai mostra etapas a serem seguidas em casos de Covid-19 nas aldeias

A Funai elaborou uma cartilha sobre as etapas a serem seguidas a partir da suspeita ou confirmação de...

Governo Federal entrega dois viadutos sobre a linha férrea EF-050

O Governo Federal entregou, nesta quinta-feira (3), dois novos viadutos rodoviários responsáveis por transpor a ferrovia EF-050, no município de Mogi-Guaçu, no estado de...

Governador anuncia diferimento do ICMS nas importações de milho para produtores capixabas

O Governo do Estado anunciou, nesta quarta-feira (03), a concessão do diferimento do ICMS nas importações...

Leia também

ES: suspeito de roubo é preso após bater o carro em ônibus durante perseguição policial

Um homem suspeito de utilizar um carro roubado...

Sortudo! Apostador capixaba leva prêmio de R$ 1,6 milhão na Lotofácil

O fim de semana começou muito mais feliz...

Mantenópolis volta para o vermelho no Mapa de Risco para a Covid-19

O Governo do Espírito Santo anunciou nesta sexta-feira (4) o 34º mapa de risco da Covid-19, que terá vigência entre a próxima segunda-feira (7)...