Velejadora Juliétty Tesch disputa primeira competição em 2022, ano que marca seus 20 anos no esporte • SiteBarra

Velejadora Juliétty Tesch disputa primeira competição em 2022, ano que marca seus 20 anos no esporte

O ano de 2022 é um ano especial para a velejadora Juliétty Tesch. A atleta, que completa 20 anos no esporte em que é octacampeã do ranking nacional na categoria sênior feminino, inicia a temporada, disputando a primeira etapa do Campeonato Brasileiro, em João Pessoa, na Paraíba, entre domingo (16) e o sábado (22).

Colecionando conquistas na carreira, a velejadora viaja neste sábado (15) para a capital paraibana, com passagens compradas pelo Compete Esportivo, programa que custeia viagens de avião para que atletas e paratletas de alto rendimento disputem competições nacionais e internacionais. Já tendo velejado no local da etapa, Juliétty Tesch acredita em um bom resultado.

“Essa primeira etapa é em um local que gosto muito. Em 2008, velejei em João Pessoa. Tem bastante tempo, mas é um lugar de ventos médios e com ondulações. Então, as minhas expectativas são as melhores possíveis para começar bem e ter um ano tranquilo”, disse a atleta.

Em 2021, a velejadora, que também é contemplada pelo programa Bolsa Atleta, da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport), conquistou o primeiro título internacional, o Sul-Americano Sênior. Para 2022, a atleta planeja uma temporada no mesmo nível, indo em busca de novos feitos expressivos para a carreira.

“2022 é meu vigésimo ano no esporte. Então, será muito especial para mim. Sempre entro para ficar entre as três, até por conta do Bolsa Atleta e Compete Esportivo que são programas fundamentais. Espero que consigamos trazer mais títulos para o Estado. É sempre o meu objetivo. Ano passado, apesar de tudo (pandemia), foi um ano muito especial, principalmente por conta do título internacional, que era um sonho”, contou Juliétty Tesch.

Bolsa Atleta e Compete Esportivo

O edital atual do programa Bolsa Atleta está beneficiando 151 atletas e paratletas de alto rendimento, alcançando um recorde no número de bolsas concedidas. O auxílio financeiro mensal varia conforme a categoria do atleta no edital, sendo R$ 500 (estudantil), R$ 1.500 (nacional), R$ 2 mil (internacional) e R$ 4 mil (olímpico). O investimento total da Sesport no programa é de R$ 2,3 milhões.

O valor recebido pelo atleta pode ser utilizado para cobrir gastos com alimentação, assistência médica, odontológica, psicológica, nutricional e fisioterápica, medicamentos, suplementos alimentares, transporte urbano ou para participar de treinamentos e competições, além da aquisição de material esportivo.

Já o Compete Esportivo é um programa que custeia viagens de avião para que atletas e paratletas disputem competições nacionais e internacionais. A previsão da Secretaria de Esportes e Lazer para o edital 2021 é de um investimento de cerca de R$ 1,5 milhão em passagens aéreas, destinadas a esportistas de alto rendimento.