Veículo sobre trilhos vai viabilizar ligação do Aeroporto de Guarulhos com linhas de trem

Passageiros e funcionários do Aeroporto Internacional de Guarulhos, na grande São Paulo, vão contar com um novo meio de transporte mais rápido e moderno para chegar até o terminal. O Automated People Mover (APM), um tipo de veículo sobre trilhos 100% automatizado, vai conectar os terminais de passageiros do aeroporto à estação da Linha 13-Jade, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

O termo aditivo ao contrato de concessão do aeroporto para construção do modal foi assinado na manhã desta quarta-feira (8) pelo Ministério da Infraestrutura e a concessionária GRU Airport, que administra o terminal. A previsão é que as obras comecem em janeiro de 2022 e durem 24 meses.

“São Paulo e toda a grande São Paulo têm um volume de demanda de infraestrutura, especialmente de meios de transporte. É destaque que precisa ter aqui um equipamento de ponta. E é isso que estamos trazendo hoje para o maior aeroporto do país, para o maior aeroporto da América do Sul. Estamos trazendo um equipamento de ponta que representa efetivamente o que Guarulho é para o Brasil e para o mundo”, ressaltou o secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio.

A iniciativa faz parte do Setembro Ferroviário, temporada de ações federais para incentivar o transporte por trilhos no país.

Investimentos

Estão previstos investimentos de R$ 271,7 milhões no novo transporte. O aditivo vai possibilitar que parte da outorga que a concessionária do aeroporto pagaria à União seja usada na obra do People Mover.

Com 2.731 metros de extensão, o modal contará com três veículos com capacidade para 200 usuários cada um. Equipados com ar-condicionado e wi-fi, eles têm espaço para acomodar bagagens e trazem um painel de informações conectado ao aeroporto. Em Guarulhos, o sistema terá estações nos três terminais do aeroporto e junto à CPTM.

Menos tempo

Hoje, a ligação entre o Terminal de Guarulhos e a Estação Aeroporto da Linha 13-Jade da CPTM é feita por ônibus oferecidos pela GRU Airport. Para chegar ao terminal 2, o de maior movimento no aeroporto, a viagem chega a durar 10 minutos. Os passageiros ainda enfrentam desconfortos como carregar malas durante o deslocamento e a possibilidade de pegarem ônibus cheios.

Com o Automated People Mover, o público fará apenas uma baldeação e será deixado na porta de cada um dos terminais de passageiros. E o tempo de viagem e de espera será de apenas 6 minutos.

“People Mover, monotrilho, integração do aeroporto com o metrô, seja qual for o nome que a população vai dar, sem dúvida nenhuma ele é um imperativo à necessidade de mobilidade, de conexão desse aeroporto com a sociedade local, especialmente aqui no estado de São Paulo”, destacou Marcelo Sampaio.

Tecnologia

O People Mover é baseado na tecnologia aeromóvel, adotada em aeroportos internacionais. O sistema tem baixo consumo energético e baixo custo construtivo por utilizar estruturas leves.

Ele utiliza rodas e trilhos de aço e sua propulsão pneumática é localizada fora dos veículos. O modal também não emite poluentes. “Vamos deixar de emitir CO2, vamos estar substituindo por uma tecnologia limpa, uma matriz energética cada vez mais limpa”, concluiu o secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura.

 

 

People Mover: Governo Federal viabiliza ligação ferroviária ao Aeroporto de Guarulhos

Governo Federal viabiliza ligação ferroviária ao Aeroporto de Guarulhos Foto: GRU Airport/Divulgação