Veado recebe tratamento após ataque de cachorro e é devolvido à natureza no Espírito Santo

Um veado-catingueiro é o novo morador do Parque Estadual do Forno Grande, em Castelo, no Sul do Espírito Santo. O animal foi solto na unidade de conservação nesta quinta-feira (8), depois de passar por uma reabilitação.

O veado foi resgatado nessa quarta (7), próximo de onde foi solto, após ser atacado por um cachorro.

Depois do resgate, ele foi socorrido para o Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres (Cetras) do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), em Cariacica, na Grande Vitória, onde passou por atendimento veterinário.

De acordo com o Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos (Ipram), que operacionaliza o Cetras, o veado apresentava lacerações na região pélvica.

A servidora do Iema Maria Beatriz Resende, que atua na Coordenação de Fauna, explicou que os veados catingueiros geralmente apresentam uma miopatia na captura e podem morrer por estresse.

“Como este animal já era adulto e não tinha nenhum contato com seres humanos, o óbito poderia ocorrer por conta do estresse de estar em cativeiro”, explicou Maria Beatriz.

Por isso, o animal foi rapidamente tratado. Para evitar o óbito, o veado precisou ser sedado durante os procedimentos veterinários.

O animal fez exames de imagem, que não encontraram sinais de fratura e lesões. Medicado e com alta clínica, o veado foi devolvido ao ambiente natural.

Em fevereiro deste ano, um filhote de veado resgatado na região do Parque Estadual Pedra Azul, em Domingos Martins, na Região Serrana do Espírito Santo. Ele foi levado para o Iema para reabilitação.

Segundo o Iema, o filhote foi encontrado sozinho por um morador local, que entrou em contato com o parque pedindo ajuda. Ele estava desnutrido.

Veado-catingueiro foi solto em parque do ES após ser atacado por cachorro — Foto: Divulgação/Iema

Veado-catingueiro foi solto em parque do ES após ser atacado por cachorro — Foto: Divulgação/Iema

Veado recebeu atendimento veterinário depois de mordida de cachorro — Foto: Divulgação/Iema

Veado recebeu atendimento veterinário depois de mordida de cachorro — Foto: Divulgação/Iema


Leia mais

Leia também