Varíola dos macacos: criança de 7 anos está entre os casos suspeitos no Espírito Santo

Compartilhe

Uma criança de sete anos que apresentou sintomas suspeitos de varíola dos macacos foi isolada em casa em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo. A informação é de Álvaro Guaresqui e Thomaz Albano, do g1 ES e TV Gazeta.

O menino foi atendido em um hospital do município pela primeira vez na última quarta-feira (27). Na ocasião, a criança recebeu o diagnóstico clínico da doença, o que indica a suspeita médica de que ele esteja infectados. A confirmação, no entanto, depende da realização de exames laboratoriais.

A criança foi levada outras duas vezes ao hospital, uma delas na sexta-feira (29), depois de passar mal. No sábado (30), o menino também voltou ao hospital após um quadro de febre.

Nesta segunda (1), a mãe da criança disse à TV Gazeta que, desde sábado, o menino foi medicado e o estado de saúde dele melhorou.

Em nota, o Hospital Materno Infantil Francisco de Assis confirmou o atendimento da criança e que ela recebeu “diagnóstico sugestivo para varíola dos macacos“. Falou ainda que “o paciente apresentava ótimo estado geral e foi direcionado para isolamento domiciliar“.

O hospital também afirmou que notificou as autoridades sanitárias sobre o caso, e informou que não daria mais informações à imprensa para proteger o sigilo do paciente.

A Secretaria de Saúde de Cachoeiro de Itapemirim declarou que acompanha o caso e que o material para exame foi coletado e encaminhado para o Laboratório Central (Lacen) do Rio de Janeiro nesta segunda.

De acordo com a Secretaria, o resultado leva, em média, dez dias para ficar pronto.

“A mãe e a criança estão em isolamento domiciliar e já foram orientados quanto aos cuidados. o período de isolamento dura até as feridas cicatrizarem ou por 21 dias”, disse a Secretaria de Saúde de Cachoeiro, em nota.

Até a última atualização desta reportagem, o Espírito Santo havia confirmado dois casos de varíola dos macacos.

Imagem de pessoa infectada pela varíola dos macacos — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Imagem de pessoa infectada pela varíola dos macacos — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Em pronunciamento na tarde desta segunda-feira, o secretário Estadual de Saúde, Nésio Fernandes, disse que não só o Espírito Santo, mas todo o país vive uma fase de “silêncio epidemiológico” com subnotificação de casos do monkeypox, vírus causador da doença conhecida popularmente como varíola dos macacos.

“Temos uma situação no país caracterizada pelo subdiagnóstico, baixa oferta de testagem, muito também consequente não somente da baixa disponibilidade de testes pelo Ministério da Saúde, mas também por uma redução da percepção de risco da suspeita clínica e diagnostica por parte dos profissionais de saúde da rede privada e pública, o que é algo que não é específico do estado”, falou Nésio.

Com o objetivo de promover melhorias neste cenário, Nésio Fernandes disse que tanto profissionais do setor privado, como do setor público passarão por cursos de formação à respeito da doença.

Leia também

Projeto Social Fábrica de Sonhos representa Barra de São Francisco no Estadual de Clubes

DELEGAÇÃO DE BARRA DE SÃO FRANCISCO PARTICIPA DA COMPETIÇÃO ESTADUAL DE CLUBES REPRESENTADA PELAS EQUIPES DO PROJETO SOCIAL...

Morre jovem esfaqueado em cavalgada seguida de show em Barra de São Francisco

  Morreu neste domingo (14) o jovem Guilherme Cardoso do Nascimento, de 18 anos, que foi esfaqueado na região...

Prefeitura inicia mutirão de limpeza em Cachoeirinha de Itaúnas

Servidores da secretaria de Serviços e Limpeza da prefeitura de Barra de São Francisco, iniciaram nesta segunda-feira (15),...

Em seminário internacional, Estratégia Rotas de Integração Nacional é apresentada a representantes de outros países

Na manhã desta terça-feira (16), foi realizado o segundo dia do seminário internacional que apresentou a Estratégia Rotas de...

No Brasil, mais de 50% dos infectados pela varíola dos macacos afirmam manter relação sexual com homens

Os dados mais atualizados sobre a varíola dos macacos no Brasil, também chamada de monkeypox, revelam que mais...

Homem é assassinado a tiros no meio da rua em Guriri

Um homem de 28 anos, identificado como Jadson Ferreira Viana, foi assassinado a tiros na noite desta segunda-feira (15),...

Caminhoneiro é sequestrado no Espírito Santo e liberado 13h depois no RJ

    Caminhão e carga roubados de caminhoneiro foram recuperados no ES Um caminhoneiro de 41 anos foi sequestrado por assaltantes...

Agronegócio e Comércio são os principais setores produtivos no Noroeste do Espírito Santo

A pecuária do leite, cultivo de café, cultivo de pimenta-do-reino e comércio – como bares e restaurantes –...