Vacina contra meningite C estará disponível para adolescente em Barra de São Francisco

Compartilhe

Um sinal de alerta foi ligado no Espírito Santo. Em 2022, a meningite meningocócica já levou quatro pessoas a óbito. Em pouco mais de três meses, foram registrados nove casos da doença.

Para minimizar os impactos causados pela meningite, o Estado fez parcerias com os municípios para vacinar adolescentes que ainda não foram imunizados. Jovens que possuem de 13 a 19 anos poderão receber a dose a partir do dia 2 de maio, até 30 de junho, em Barra de São Francisco.

A ação é temporária e emergencial para mitigar o número de mortes causadas pela meningite. O foco na vacinação de pessoas dessa faixa etária é necessário, já que os adolescentes são alguns dos responsáveis pela manutenção da transmissão da meningite C.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Elcimar de Souza Alves, a imunização será feita com a vacina Meningocócica C conjugada durante a rotina das salas de vacinação, podendo ser administrada na mesma ocasião ou com qualquer intervalo de outras vacinas.

Os adolescentes deverão comparecer nas unidades de Saúde dos bairros Bambé, Vila Vicente, Irmãos Fernandes e Alvino Campos (Pavilhão), no centro da cidade das 8h às 15h30.

“É um momento muito importante para podermos imunizar as nossas crianças e adolescentes contra a meningite, que é uma doença grave e que pode levar a óbito, mas que tem na vacina melhor forma de prevenção”, afirmou Danielle Grillo, coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis.

Quem pode receber

– Adolescente de 13 a 19 anos nunca vacinado com meningo C ou ACWY;

– Adolescente de 13 a 19 anos vacinado com meningo C ou ACWY quando estava abaixo de 11 anos de idade.

Meningo C e ACWY

Apesar da faixa etária em maior risco de adoecimento ser a que compreende as crianças menores de um ano de idade, os adolescentes e adultos jovens são os principais responsáveis pela manutenção da circulação da doença na comunidade. A única forma de controlar a doença meningocócica é manter elevadas coberturas vacinais tanto na população infantil quanto em adolescentes.

Nas salas de vacinação de todo o Estado as vacinas meningo C e ACWY estão disponíveis para aplicação de rotina.

A meningo C é aplicada em crianças de até 10 anos de idade, sendo administrada em esquema de duas doses, aos três e cinco meses de vida, e uma dose de reforço, preferencialmente, aos 12 meses de idade.

Além disso, para as crianças que por algum motivo perderam a oportunidade de receber a vacina nas idades indicadas, recomenda-se a administração de uma dose até os 10 anos, 11 meses e 29 dias de idade.

Já a vacina meningocócica ACWY (Conjugada) encontra-se disponibilizada para os adolescentes de 11 e 12 anos de idade.

As vacinas meningocócicas C e ACWY também são ofertadas no Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE).

Leia também

Exposição promove diálogo entre Clarice Lispector e artistas plásticas

O Instituto Moreira Salles do Rio de Janeiro (IMS Rio) inaugura hoje (21) a exposição Constelação Clarice, que...

Governo repassa quase R$ 200 milhões para o Espírito Santo

  O Governo Federal vai realizar, nos dias 20 e 24 de maio, o repasse de R$ 199,43 milhões...

Senado aprova MP que encerra incentivos para indústria petroquímica

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (25) a Medida Provisória (MP) 1.095, que prevê o fim de...

Etapa dos Jogos Escolares em Barra de São Francisco foi um sucesso!!! Confira as fotos (02)

Confira na galeria de fotos quem marcou presença na Etapa Regional dos Jogos Escolares em Barra de São...

Ana Marcela Cunha garante ouro na Espanha

Ana Marcela Cunha voltou a mostrar que é um dos grandes nomes da natação em águas abertas na...

Governo planeja trava para evitar reajustes da Petrobras em ano eleitoral

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O governo discute a criação de um mecanismo para evitar que a Petrobras reajuste...

Portaria da Receita restabelece o trabalho presencial

A Receita Federal publicou no Diário Oficial da União (DOU) a portaria restabelecendo o trabalho presencial dos servidores....