Universidades estão autorizadas a voltar com aulas presenciais no ES

Aulas presenciais estavam suspensas no estado desde meados de março

As instituições públicas e privadas de ensino superior do Espírito Santo estão autorizadas a retomar as atividades presenciais a partir desta segunda-feira (14).

As instituições precisarão seguir o protocolo sanitário definido pela Secretaria de Saúde (Sesa) em portaria, que prevê, entre outras coisas, a adoção de um Plano Estratégico de Prevenção e Controle (PEPC) em cada instituição.

As aulas presenciais estavam suspensas no estado desde meados de março.

A autorização para o retorno do ensino presencial foi anunciada pela governador Renato Casagrande (PSB) no dia 26 de agosto.

As universidades podem optar por seguir no ensino remoto.

A maior instituição de ensino superior do estado, a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), vai continuar com aulas remotas até 15 de dezembro .. O Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) não vai voltar com as aulas presenciais até o final de 2020.

A Universidade Vila Velha (UVV) e a Faesa, duas das maiores faculdades particulares capixabas, retomaram as aulas presenciais nesta segunda.

Plano de volta às aulas

O governador anunciou no dia 4 de setembro que tem “interesse” em retomar as aulas presenciais das instituições da educação básica em outubro. Um plano de retomada foi divulgado pelo governo e disponibilizado para consulta pública.

“Temos interesse em retornar com outros níveis da educação básica a partir de outubro. O primeiro a retornar, certamente, será o ensino médio, mas vai depender de uma avaliação até o final do mês. O nosso interesse é ir retornando com atividades presenciais dentro do protocolo já anunciado pela Educação e Saúde”, disse Casagrande.

Tal protocolo prevê as medidas a serem adotadas nas instituições de ensino para que a retomada seja segura para alunos e funcionários.

“Não será todo mundo ao mesmo tempo na sala de aula. Seguiremos uma série de medidas”, disse o governador.

O plano prevê o retorno às aulas presenciais das escolas públicas estaduais, em regime de revezamento semanal, gradual e em etapas.

O uso das atividades remotas por meio do Programa EscoLAR passou a ser considerado carga horária letiva a partir de 1º de julho.

Com isso, mesmo com o retorno às aulas presenciais, as atividades e os recursos disponibilizados à distância complementarão as atividades dos encontros presenciais, constituindo um modelo híbrido da oferta educativa.

Quando for definida a retomada, as unidades escolares deverão observar procedimentos técnicos e sanitários.

Leia mais

Secti doa 60 cestas básicas para alunos do CEET Vasco Coutinho

A Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti), em parceria com a Secretaria de...

Câmaras de vereadores em 39 municípios de São Paulo têm despesas maiores que arrecadação das cidades

Levantamento do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) aponta que 39 Câmaras Legislativas Municipais têm despesas maiores do que a arrecadação...

Brasil tem mais de 100 mil brasileiros recuperados da Covid-19

Ministro da Saúde interino, Eduardo Pazuello, participa da 73ª Assembleia Geral da Saúde. – Foto: ...

Curso sobre relações de gênero no campo disponível canal do Incaper no YouTube

Com temática de suma importância para a construção da igualdade entre a mulher e o homem no meio rural, o curso “ATER e as...

Leia também

Atenção nessa black Friday, saiba como escolher as compras

Nesta sexta-feira (27) começaram as ofertas da Black Friday, que podem ser uma ótima oportunidade para fazer compras. Apesar disso, é importante ficar atento...

Projeto aprovado no Senado inclui discriminação racial e sexual como agravantes em crime

O Plenário do Senado aprovou nesta semana, o PLS 787/2015, que inclui motivações de preconceito racial e sexual como circunstâncias agravantes de pena para...

Eleições 2020: sexta-feira (27) é o último dia para propaganda eleitoral em rádio e TV

Candidatos e candidatas que foram para o segundo turno das eleições municipais têm até 23h59 desta sexta-feira (27) para realizar propaganda eleitoral, incluindo debates...

Adventistas podem fazer concurso fora do sábado, decide STF

Por 7 votos a 4, o Supremo decidiu que adventistas que guardam o sábado têm direito de realizar exames de concurso público em outros...