Unidades produzem máscaras de pano para prevenção ao novo Coronavírus

Unidades do Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases) estão produzindo máscaras de pano para prevenção ao novo Coronavírus (Covid-19). A produção acontece nas Regionais Norte do Estado, em Linhares, e na Unidade Feminina de Internação (UFI), em Cariacica.

As máscaras produzidas serão doadas aos servidores. A previsão é que mais de mil unidades possam ser destinadas aos profissionais da socioeducação, com o objetivo de atender à orientação do Ministério da Saúde (MS) de priorizar as máscaras cirúrgicas para o uso dos profissionais de saúde.

Na Regional Norte, os insumos para a produção, como elásticos e tecidos, foram doados por servidores e fábricas de roupa da região. As máscaras contam com duas camadas e estão sendo confeccionadas com Tecido Não Tecido (TNT), Oxford e outros tipos de panos oriundos das doações.

A produção acontece com a participação dos servidores e adolescentes das unidades socioeducativas. O gerente da Unidade de Internação Norte (Unis Norte), Sérgio Antônio Durão de Almeida, destacou a satisfação dos envolvidos em contribuir no combate à doença. “A dedicação dos profissionais e dos adolescentes em participar deste movimento em prol da proteção de todos é nossa grande motivação. Se cada um fizer a sua parte, conseguiremos vencer esta pandemia”, destacou.

O gerente ainda ressaltou que a máscara é uma proteção a mais dentre as outras medidas que já vem sendo adotadas pelo Iases para evitar a contaminação no sistema socioeducativo. Dentre elas, a assepsia correta das mãos, o distanciamento social, a higienização dos calçados na portaria das unidades socioeducativas, além da suspensão das visitas familiares e a proibição de entrada nas unidades socioeducativas de qualquer pessoa que apresente sintomas de síndrome gripal.

A subgerente de Saúde do Iases, Graziele Rodrigues da Silva Duda, destacou que a máscara de pano é um equipamento simples, que não exige grande complexidade em sua produção, mas uma grande aliada no combate à propagação do vírus.

“O uso das máscaras caseiras é mais uma proteção junto às demais orientações do Ministério da Saúde, como o distanciamento social, a etiqueta respiratória e higienização das mãos. Essas medidas, quando adotadas em conjunto, potencializam os efeitos da proteção contra o vírus e por isso são tão importantes de serem adotadas por toda a população”, disse.

Orientações para uso da máscara caseira

Para ser eficiente como uma barreira física, a máscara caseira precisa seguir algumas especificações de produção e higiene: a máscara deve ter pelo menos duas camadas de pano e o seu uso deve ser individual, devendo ser produzida em medidas adequadas para que fique ajustada no rosto e cubra totalmente nariz e boca. A orientação é que a máscara deve ser trocada a cada a cada duas horas ou, antes disso, caso fique úmida ou apresente sinais de sujidade.

Para a higienização, o MS orienta que as máscaras sejam deixadas de molho em água sanitária por cerca de 20 minutos e, após, lavadas com água e sabão.

Enquanto estiver sendo utilizada, a máscara não deverá ser tocada com as mãos. Após seu uso, a máscara deverá ser removida pegando pelo laço ou nó da parte traseira, evitando tocar na parte da frente.

Leia mais

Diálogos sobre qualidade do ar: Espírito Santo e São Paulo focam em aplicativo no celular para ampliar divulgação de dados

A poluição do ar é um desafio para governos e sociedade. Políticas públicas de controle e...

Entrevista com Gentil, pré-candidato a prefeito em Mantena, Minas Gerais

Gentil Mata Com a proximidade do período eleitoral, o site entrevistou o pré-candidato a prefeito de Mantena Gentil Mata. O objetivo é dar oportunidade ao...

Programa de Aquisição de Alimentos vai receber investimento de R$ 26,7 milhões

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que tem por objetivo promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura familiar, vai receber investimento...

Mais um caso suspeito de coronavírus é descartado em Nova Venécia

A prefeitura de Nova Venécia, através da Secretaria...

Leia também

Número de casos de Covid-19 voltará a aumentar no ES, diz secretário de Saúde

O número de casos de Covid-19 voltará a...

Projeto de lei prevê punição para quem hostilizar profissionais de imprensa

Projeto de Lei apresentado pelo senador Fabiano Contarato (Rede-ES), pretende criminalizar a hostilização aos profissionais de imprensa. De acordo com o PL 4.522/2020, hostilizar...