Unidades do Iases intensificam higienização dos seus espaços

Diante do momento crítico em razão da pandemia do novo Coronavírus, o Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases) reforçou mais ainda as medidas que já eram adotadas no enfrentamento ao Covid-19. Entre os cuidados está o aumento na higienização das unidades. Nessa quarta-feira (17), a Unidade de Internação Provisória I (Unip I) iniciou o reforço na limpeza dos seus espaços.

O diretor-presidente do Iases, Fábio Modesto, alerta para as regras estabelecidas pelo Governo do Estado, por meio do Decreto do n° 4838-R/2021, e destaca as medidas estabelecidas na Nota Técnica nº 001/2021, elaborada pelo Comitê de Prevenção Emergencial ao Contágio do Covid-19, disponível no site do Iases. “Este é  o momento de total atenção com os hábitos que previnem a contaminação da Covid-19.Não podemos relaxar com nossos cuidados. A pandemia não acabou e ,agora, mais do que nunca, temos que ser responsáveis. Uso de máscara, álcool e distanciamento físico são atitudes cidadãs. E por conhecer os nossos servidores e saber que são exemplo de cidadãos, pedimos que redobrem os cuidados dentro das unidades e em suas casas também. Juntos venceremos essa guerra”, afirmou.

Para a limpeza da unidade foram usados álcool e cloro. Os adolescentes estão isolados por moradias. Enquanto os quartos e os espaços usados por eles estavam sendo desinfetados, nós os levamos para o piso inferior e fizemos algumas atividades de escolarização. Os pertences também foram desinfetados”, explicou o gerente da Unip I, Alcides Felício da Silva.

Ele destacou o engajamento das subgerentes Marcela Cerri Amorim Loureiro e Miriam Barbosa na organização da limpeza da unidade. “É muito bom ver o compromisso e o envolvimento das pessoas. Essa higienização faz parte de uma gestão participativa e de uma construção coletiva já que envolve a empresa que faz a limpeza, os agentes, os técnicos , os adolescentes e os colaboradores, pois requer planejamento para que tudo ocorra bem, já que é uma movimentação grande que fazemos na unidade”, explicou.

Já na manhã dessa quinta-feira (18), a Unidade de Internação Sul (Unis Sul) também teve suas áreas higienizadas, a começar pela quadra até os quartos dos socioeducandos.

Além disso, ainda há um pregão eletrônico em andamento para a aquisição de materiais de proteção e segurança como avental cirúrgico, termômetro, óculos de proteção, luva de procedimento e protetor facial do tipo face shield.

Novas medidas

As novas regras estão estabelecidas na Nota Técnica nº 001/2021, elaborada pelo Comitê de Prevenção Emergencial ao Contágio do Covid-19 e publicada nessa segunda-feira (15) no site. Entre as principais medidas estão a suspensão das visitas presenciais de familiares; de parceiros; de assistência religiosa; de escolarização; de profissionalização; suspensão dos atendimentos eletivos em saúde, sendo necessárias reagendá-las em momento oportuno.

Além de intensificação de medidas de controle nas barreiras sanitárias das portarias (uso do pediluvio, aferição de temperatura, uso de EPI’s); da higienização das moradias e espaços coletivos; obrigatoriedade do uso dos EPI’s por todos que circulam nos espaços das Unidades Socioeducativas.

Os socioeducandos que apresentarem sintomas gripais deverão ser conduzidos ao isolamento respiratório na própria unidade. E entre o quarto e o sétimo dia, a partir da apresentação dos primeiros sintomas, o socioeducando deve ser conduzido ao serviço de saúde para realização do teste para Covid-19. O período de isolamento respiratório será de 10 dias a partir da apresentação dos primeiros sintomas e os adolescentes e jovens que ingressam no sistema socioeducativo ficam isolados por 10 dias.

Texto: Fernanda Pontes

Leia mais

Leia também