União Europeia aperta cerco contra Minsk após pouso de emergência de avião da Ryanair


Sputnik O Conselho Europeu exigiu que as autoridades de Belarus libertassem imediatamente o jornalista Roman Protasevich e convocou a Organização de Aviação Civil Internacional (OACI) a investigar o pouso “sem precedentes” do avião da Ryanair na capital bielorrussa. Além disso, o conselho pediu que o espaço aéreo da UE fosse fechado para aeronaves bielorrussas, assim como os aeroportos dentro do território da UE, e que os voos dos países do bloco evitassem passar pelo espaço aéreo bielorrusso.

Londres disse na segunda-feira (24) que emitiu instruções para que as aeronaves do Reino Unido evitassem o espaço aéreo de Belarus, decretando a proibição da transportadora aérea de bandeira de Belarus, a Belavia.

A companhia aérea francesa Air France também suspendeu seus voos no espaço aéreo de Belarus, seguindo a recomendação da UE.

(Foto: Reuters)

Leia mais

Leia também