Um Santuário erguido após aparições de Nossa Senhora da Paz

Compartilhe

 

O local onde está instalado o Santuário da Mãe Peregrina, em Nova Venécia, começou a ser visitado na década de 1990, depois que um morador relatou a aparição de Nossa Senhora da Paz. Desde então, o fenômeno relatado já atraiu muitos fiéis até à capela construída no alto de uma pedra, acessível por uma íngreme escadaria de 365 degraus. A reporagem é de Cintia Zaché, da Rede Notícia.

Situado em Área de Proteção Ambiental (APA), o Santuário possui lá em cima, um pequeno oratório, em uma escarpa rochosa, logo acima da pequena faixa de mata. A vista é exuberante em meio à floresta, onde o verde e a natureza foram generosos.

Ali, naquele lugar de devoção à Virgem Santa Mãe de Deus acontece, a cada primeiro sábado do mês, às 16 horas, Missas, que eram realizadas no topo da pedra, local onde aconteceu o relato da aparição da Santa. Desde o início da pandemia do novo coronavírus, as celebrações religiosas são realizadas, atualmente, pelo padre Enizael de Souza Soares, embaixo da Gameleira, trazendo caravanas de Vila Valério, Jaguaré, São Gabriel da Palha, Aracruz, São Mateus, Águia Branca, e entre outros municípios, que chegam de ônibus, carros, bicicletas, motos ou mesmo a pé. Após a Missa é possível comprar alimentação, preparada pelos guardiões do lugar.

Também, no período da Quaresma, nas sextas-feiras, ocorre a celebração da Via Sacra. A centenária Gameleira, que possui aproximadamente cinco metros de diâmetro, 15 metros de altura, com raízes que ultrapassam os 1,80 metros de altura, atraem turistas e fiéis de todo Espírito Santo, de outros estados e até, de outros países.

O local oferece potencial, além do turismo religioso, para geoturismo, agroturismo, ecoturismo e também para práticas esportivas de aventura, além de abrigar um precioso patrimônio histórico com casarões do século XIX.

Devido à importância biológica, esta unidade de conservação faz parte do corredor ecológico da Pedra do Elefante, onde se encontram espécies raras, endêmicas e ameaçadas de extinção. O ponto considerado o maior cartão postal de Nova Venécia, a Pedra do Elefante, com 604 metros de altitude, possui uma trilha de acesso ao seu topo, de onde é possível avistar todas os demais morros e afloramentos rochosos da região, além da cidade. O rochedo foi tombado como patrimônio natural do Espírito Santo, pelo Conselho Estadual de Cultura.


Cachoeira da Gameleira é a nova atração

Localizada logo após a centenária árvore da Gameleira, uma cachoeira está sendo a nova atração da APA. O local, de água cristalina, apresenta uma queda em meio a pedras, tendo acesso ao local, na mesma trilha da subida da Pedra do Elefante, ou uma ao lado, que possui mais fácil acesso.
Com muito verde, natureza em abundância, o local fica dentro de uma área que pertence ao Antônio César Cunha.

Para quem deseja curtir a natureza e tomar banho na cachoeira, o cesso para chegar lá não é complicado, e a trilha já se encontra pronta.

“Essa água brotou devido à grande quantidade de chuva que tivemos, foi assim que formou essa cascata. Mas se passar muito tempo de chuva novamente, ela vai secar, infelizmente. Estamos aproveitando e viramos frequentadores assíduos de lá”, comenta o policial Bira Oliveira, uns dos primeiros a divulgar a cachoeira.

Para tornar o passeio mais atrativo, logo ao chegar na trilha, já é possível percorrer o trajeto, ouvindo o barulho da queda d’água. Não somente os praticantes de esportes, mas também os visitantes da região, já tem aproveitado bastante mais uma maravilha ofertada pela natureza.

Como chegar?

Após a Gameleira, na primeira porteira localizada na lateral, no mesmo lado da árvore centenária), é só pegar a trilha. Ao invés de seguir caminho indicado pela placa, para subida da Pedra do Elefante, escolha a trilha ao lado. Após andar cerca de 200 metros, terá uma entrada ao lado direito, já com trilha feita. É só seguir direto, que o trajeto dá na fantástica cachoeira, em meio a pedras e árvores.

Leia também

Bueiro é construído no Rio do Campo; agora são 80 em um ano e seis meses de gestão

A secretaria de Transportes e Estradas da prefeitura de Barra de São Francisco, com seus servidores construíram mais...

Ações da Embrapa para mitigar crise dos fertilizantes podem gerar US$ 1 bilhão de economia ao setor

Uma economia ao setor agrícola de US$ 1 bilhão já no primeiro ano. Essa é a expectativa da...

Brasil tem primeira alta mensal de mortes por Covid desde fevereiro

O Brasil registrou, em junho de 2022, 4.739 mortes pela Covid-19, em uma alta de 49,2% em relação...

Equipe Força & Ação com manobras radicais levou o público ao delírio no centro de Barra de São Francisco

Um grande público, formado em sua maioria por jovens, lotou o trecho da avenida Jones dos Santos Neves,...

“Cooperativismo é o modelo econômico mais adequado que existe”, diz presidente da Coopeavi

  Neste sábado (02), é comemorado o Dia Internacional do Cooperativismo. O Dia Internacional é celebrado desde 1923, mas foi...

Vereador Lemão Vitorino destaca importância da Associação de Vila Paulista

Na noite da última segunda-feira, 27/06/2022, o Presidente da Câmara de vereadores de Barra de São Francisco, Lemão...

Coopeavi recebe inscrições para 2º Torneio de Silagem de Milho

  O inverno chegou e é tempo de se preparar para manter nutrido o gado leiteiro sem contratempos. Com...