Últimos dias para apresentação de propostas para gerir CRJ de São Mateus

Foto: Divulgação/Prefeitura de São Mateus

O  prazo para a apresentação do recebimento das manifestações de interesse das Organizações da Sociedade Civil (OSC) para implantar e gerir um Centro de Referência das Juventudes (CRJ) em São Mateus se encerra na próxima terça-feira (25).

Os interessados devem enviar a manifestação de interesse, em formato PDF, para o endereço eletrônico comissao.julgadora@sedh.es.gov.br ou via e-Docs, pelo site www.acessocidadao.es.gov.br para a Secretaria de Direitos Humanos (SEDH), grupos e comissões – “Comissão Julgadora”.

As regras desta seleção pública estão na Manifestação de Interesse da Seleção Baseada em Qualidade e Custo nº 006/2021, publicada pela Unidade de Gestão do Projeto Estado Presente: Segurança Cidadã da SEDH.

A OSC será selecionada de acordo com os procedimentos de seleção do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Poderão participar todas as OSC”s de países de origem que forem elegíveis, segundo o estabelecido nessas políticas.

Mais informações pelo telefone (27) 3636-1318 ou pelo e-mail licitacoes.ugp@sedh.es.gov.br.

Importância

“Em breve, vamos ter o nosso grande projeto realizado no município e em todo o Estado, que é a implementação de 14 Centros de Referência das Juventudes, para que possamos trazer ainda mais oportunidades para as nossas juventudes. Essa é a marca do Programa Estado Presente, dialogar com todas as secretarias de governo e com as comunidades, construindo um ambiente melhor para todas e todos”, afirmou a secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo.

O projeto conta com a parceria dos municípios e apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Estado Presente

O Programa Estado Presente em Defesa da Vida visa a reduzir os índices de violência e criminalidade no Espírito Santo, com foco especialmente em crimes letais – homicídio, feminicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte –, atuando em dois eixos: controle da criminalidade e prevenção à violência, a partir da ampliação do acesso aos serviços básicos e promoção da cidadania em regiões caracterizadas por altos índices de vulnerabilidade social.

Texto: Danielly Campos
Foto: Prefeitura de São Mateus/Divulgação


Leia mais

Leia também