Últimas parcelas do auxílio emergencial começam a ser pagas no dia 22 deste mês

Os pagamentos da quarta e quinta parcelas do auxílio emergencial, que contemplam os beneficiários que se inscreveram no programa por meio do site e do aplicativo, além daqueles que fazem parte do Cadastro Único, mas não recebem o Bolsa Família, começam a ser feitos no dia 22 de julho.

Para o grupo dos trabalhadores do Bolsa Família, os pagamentos seguem o calendário original do programa – isto é, sempre nos últimos dez dias úteis de cada mês, de acordo com o dígito final do benefício. Os pagamentos para eles têm início na segunda-feira, 20.

O novo calendário divulgado pela Cidadania contempla os pagamentos até a quinta parcela de todos os beneficiários inscritos no programa até 2 de julho, data final para inscrição, cujos cadastros foram considerados elegíveis até o momento. Na quarta-feira, a Dataprev informou que havia ainda 226.582 pedidos pendentes de análise.

Vale lembrar que a Caixa prometeu o pagamento das duas últimas parcelas do benefício em quatro vezes, ou seja, dois pagamentos para cada parcela. No primeiro o depósito seria de R$ 500, ficando outros R$ 100 para depois. No segundo, as parcelas seriam divididas em dois pagamentos, um de R$ 400 e outro de R$ 200.

Os beneficiários do primeiro lote, que receberam a primeira parcela do auxílio em abril de 2020 receberão o crédito da quarta parcela em poupança social digital aberta em seu nome, entre os dias 22 de julho e 26 de agosto. Já os saques e transferências para esse público serão liberados entre 25 de julho e 17 de setembro.

Os beneficiários que tenham recebido a primeira parcela em maio de 2020 receberão o crédito da terceira parcela em poupança social digital aberta em seu nome, entre os dias 22 de julho e 26 de agosto. Já os saques e transferências para esse público serão liberados entre 25 de julho e 17 de setembro.

Os beneficiários que tenham recebido o a primeira parcela em junho de 2020 ou até 4 de julho de 2020 receberão o crédito da segunda parcela em poupança social digital aberta em seu nome, entre os dias 22 de julho e 26 de agosto. Já os saques e transferências para esse público serão liberados entre 25 de julho e 17 de setembro.

Os beneficiários que se cadastraram por meio da plataforma digital entre os dias 17 de junho a 2 de julho de 2020 receberão o crédito da primeira parcela em poupança social digital aberta em seu nome, entre os dias 22 de julho e 26 de agosto. Já os saques e transferências para esse público serão liberados entre 25 de julho e 17 de setembro.

Informais começam hoje a receber segunda parcela do auxílio emergencial do governo federal

Pagamento das parcelas, começam através do Caixa Tem (Foto: Agência Brasil)

Leia mais

Leia também