Turismo ferroviário retoma atividade no Brasil

Bondinho

Bondinho de Santos, em São Paulo.
– Foto:
Rogério Cassimiro/MTur

As viagens turísticas de trem foram autorizadas desde a última quarta-feira (10). A decisão representa um passo importante rumo à volta gradual do turismo no País. 

A Resolução 5.894/2020, publicada no Diário Oficial da União, atende a uma solicitação da Associação Brasileira das Operadoras de Trens Turísticos e Culturais (ABOTTC) e foi possível graças à articulação do Ministério do Turismo junto à Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT). O MTur solicitou a revogação do artigo 15 da resolução 5.893/2020, publicada no último dia 3, que havia determinado a interrupção de funcionamento de todos os trens turísticos do País.

O retomada do setor se tornou possível porque o segmento de trens turísticos se comprometeu a aderir aos protocolos de biossegurança do Ministério do Turismo, o selo “Turismo Responsável – Limpo e Seguro”. O selo, que é gratuito e é emitido por adesão e compromisso espontâneo do empreendimento, auxiliará no processo de retomada do turismo, para que seja feito com segurança em 15 diferentes segmentos.

No caso dos trens turísticos, o protocolo destinado a “Transportadora Turística” traz orientações gerais e específicas como: organizar horários de clientes de forma a evitar aglomeração de pessoas e manter, sempre que possível, portas e janelas abertas para melhorar a circulação do ar, auxiliando na ventilação natural do ambiente.

“O Ministério do Turismo tem trabalhado em diferentes frentes para assegurar que a retomada de nossa atividade ocorra de maneira segura para turistas e trabalhadores do segmento. O selo é um diferencial importante para esse novo turismo que surgirá com o fim da pandemia. O Brasil sai na frente de vários concorrentes mundiais ao estabelecer esses protocolos de biossegurança”, afirmou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Selo

A criação do selo de boas práticas em questões associadas à biossegurança é a primeira etapa do Plano de Retomada do Turismo Brasileiro, coordenado pelo MTur a fim de minimizar os impactos da pandemia e preparar o setor para um retorno gradual às atividades. Ele está vinculado ao Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur).

Para solicitar, o interessado deve acessar o site da iniciativa – turismo.gov.br/seloresponsavel e ler as orientações previstas no protocolo destinado ao segmento em que atua e estar com situação regular no Cadastur. Em caso positivo, ele adere à autodeclaração que atende os pré-requisitos determinadas e é encaminhado para uma área do site onde pode realizar o download do selo para impressão.

O selo, que é totalmente gratuito, deverá ser colado em local de fácil acesso ao cliente e conterá um QR Code pelo qual o turista poderá consultar as medidas adotadas por aquele empreendimento e/ou profissional. Além disso, possibilitará a realização de denúncias em caso de descumprimento o que poderá resultar em sua revogação.

 

Leia mais

Começa a terceira etapa de pagamento do Cartão Reconstrução ES 2020

O Governo do Estado iniciou, nesta quarta-feira (20), a terceira etapa de liberação do Cartão Reconstrução...

Empreendedores utilizam crédito do Juro Zero para investir no negócio

Em meio aos impactos provocados pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), donos de pequenos negócios têm...

População sai às ruas de Barra de São Francisco, muitos usam máscaras, mas outros não

Muitas pessoas que residem em Barra de São Francisco, e do interior também saíram às ruas neste sábado, 09/05/2020. A Feira Livre, por exemplo, no...

Polícia Civil do Espírito Santo identifica e prende 16 foragidos que estavam recebendo o Auxílio Emergencial

A Polícia Civil do Espírito Santo, por meio da Superintendência de Polícia Interestadual e Captura (Supic), prendeu 16 indivíduos que estavam sendo procurados pela...

Leia também

“Caminho longo pela frente”: panorama mostra participação do setor privado no saneamento básico brasileiro

Não é só a Covid-19 que entra na lista de doenças que se agravaram em diversas partes do Brasil por falta de saneamento básico....

Ao reduzir burocracia, novo marco legal pode acelerar liberação de testes clínicos em humanos

A pandemia do novo coronavírus e a corrida pelo desenvolvimento de novos medicamentos e vacinas reacenderam o debate sobre os processos burocráticos que envolvem...

Qualidade da merenda escolar depende de ações pontuais das prefeituras, afirma presidente da Undime

Em entrevista exclusiva ao Brasil 61, o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Luiz Miguel Martins Garcia, afirmou que a...

Espírito Santo chega a 2.666 mortes e 74.568 curados em 88.543 casos de Coronavírus

O Espírito Santo registrou, até esta quinta-feira (6), 2.666 mortes por Covid-19. O número de casos confirmados chegou a 88.543. O índice de letalidade...