TSE determina novas eleições em Boa Esperança

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou, durante Sessão Ordinária realizada por videoconferência na manhã desta quinta-feira (15), o recurso especial de Romualdo Milanese, candidato mais votado em Boa Esperança nas eleições do dia 15 de novembro de 2020.

O provimento foi rejeitado por maioria, com resultado proclamado em 4 a 3.

Votaram no sentido de referendar a decisão do TRE-ES e determinar a realização de nova eleição em Boa Esperança os ministros Tarcisio Vieira de Carvalho Neto (relator do caso), Luiz Edson Fachin, Alexandre de Moraes e Mauro Campbell Marques.

Já os ministros Luís Roberto Barroso (presidente do TSE), Luiz Felipe Salomão e Sérgio Silveira Banhos, que havia pedido vista do processo na Sessão do dia 23 de fevereiro, abriram divergência para dar provimento ao recurso e manter o registro e a eleição de Romualdo.

Apesar de ter sido o mais votado nas eleições do ano passado, Romualdo estava impedido de assumir a prefeitura de Boa Esperança por determinação do Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES).

Com a decisão do TRE-ES, Boa Esperança terá novas eleições, que podem ocorrer nos 02 de maio, 13 de junho, 04 de julho, 1º de agosto, 12 de setembro, 3 de outubro, 7 de novembro ou 5 de dezembro.

 

Leia mais

Leia também