Tricampeão brasileiro de taekwondo Guilherme Felix é o quinto convidado do bate-papo entre atletas

O lutador de taekwondo Guilherme Felix participa, na próxima segunda-feira (06), às 14 horas, do quinto bate-papo entre atletas da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport). A conversa faz parte da série de lives com contemplados pelo programa Bolsa Atleta e será transmitida no Instagram da Secretaria (@sesportesoficial).

A transmissão será coordenada pela também atleta e gerente de Esportes de Formação e Rendimento da Sesport, Maylla Venturin. A série foi criada com o objetivo de aproximar o esportista do público de uma forma simples e descontraída, no momento em que, por consequência da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), diversos eventos esportivos foram suspensos.

Antes de Guilherme, já foram entrevistados os bolsistas Alison (vôlei de praia), Natália Gaudio (ginástica rítmica), Adalberto Rodrigues (tênis em cadeira de rodas) e Neymara Carvalho (bodyboarding). Todas essas lives estão disponíveis no feed do Instagram da Secretaria.

Conheça Guilherme Felix

Guilherme Cezario Felix nasceu em 19 de maio de 1989, em Vitória. O atleta, que luta na categoria adulto +87 kg, ingressou no taekwondo em 2002, com apoio de seu pai, que praticava a modalidade, mas após ficar um tempo parado, decidiu retornar às atividades.

Na sequência, Guilherme começou a treinar com o mestre Rogério Castilho. No ano de 2006, se tornou faixa preta e passou a integrar a seleção brasileira Júnior. A partir daí, as competições e as medalhas foram ganhando espaço em sua vida.

Atualmente, o lutador ostenta uma coleção de títulos. É tricampeão brasileiro (2013, 2016 e 2019), medalha de ouro no Pan-Americano do México (2014) e bicampeão no Argentina open (2013 e 2019). Outra conquista importante aconteceu em 2013, quando Guilherme se sagrou vice-campeão no Grand Prix da Inglaterra, sendo o primeiro brasileiro a conquistar uma medalha naquele campeonato, que reúne apenas os 32 melhores do mundo.

Além disso, o capixaba tem passagens pelas seleções brasileiras de taekwondo juvenil, militar e universitária, e, hoje, é reserva da seleção adulta.

Guilherme esteve também perto de disputar a Olimpíada de 2016. Porém, na disputa da seletiva, realizada em Vitória meses antes dos Jogos do Rio, acabou se lesionando e perdendo suas duas lutas. A vaga ficou com seu principal adversário, Maicon Andrade, que depois conquistaria uma inédita medalha olímpica (bronze) para o taekwondo masculino brasileiro.

Leia mais

Comunidades tradicionais já receberam mais de 170 mil cestas de alimentos

Mais de 323 mil cestas de alimentos ainda serão disponibilizadas até o final do mês de julho ...

Vídeos de campanhas eleitorais precisam ser mais compreendidos por pessoas com deficiência, recomenda MP

O Ministério Público de São Paulo (MPSP) recomendou aos partidos políticos que adotem medidas para garantir, nas propagandas usadas nas eleições deste ano, recursos...

PSB oficializa candidatura de Sergio Sá à Prefeitura de Vitória

  O Partido Socialista Brasileiro (PSB) oficializou nessa quinta-feira (10), a candidatura de Sérgio Sá à Prefeitura de Vitória.O anúncio aconteceu durante a convenção do...

Sesa divulga resultados da primeira etapa do Inquérito Sorológico

Em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (18), o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes,...

Leia também

Homem morre ao perder controle de motocicleta em Colatina

Um acidente de trânsito ocorreu na manhã do último domingo (27), por volta das 10h00min, na descida do Bairro José de Anchieta, em Colatina. Segundo...