Tribunal de Justiça do Espírito Santo determina prisão de juízes suspeitos de venda de sentença

O Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) decretou, nesta quinta-feira (29), a prisão preventiva dos juízes Alexandre Farina Lopes e Carlos Alexandre Gutmann, afastados das funções por suspeita de venda de uma sentença de 2017.

Também foram determinadas as prisões preventivas do empresário Eudes Cecato e de Davi Ferreira da Gama.

Os pedidos de prisão foram feitos pelo Ministério Público e aceitos pelo TJES.

 

Juízes Alexandre Farina e Carlos Gutmann

Juízes Alexandre Farina e Carlos Gutmann

.