Três municípios realizam novas eleições neste domingo

Compartilhe

O domingo será de eleições para três municípios brasileiros: Itapemirim, no Espírito Santo; Porto Belo e Presidente Castello Branco, em Santa Catarina. Os eleitores desses municípios escolherão hoje (5), em eleições suplementares, quem serão seus prefeitos e vice-prefeitos.

O novo pleito se deve a uma determinação da legislação, prevista para casos em que haja cassação de mandatos dos titulares dos cargos de forma definitiva por parte da Justiça Eleitoral. Os eleitos ocuparão o cargo até 31 de dezembro de 2024.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a votação ocorrerá das 7h às 17h na cidade capixaba e das 8h às 17h nos municípios catarinenses.

Porto Belo

Os candidatos à prefeitura de Porto Belo são David Jordelino da Silva (PRTB), Joel Orlando Lucinda (MDB) e Rosaura de Oliveira Rodrigues (PT).

Segundo o TSE, a nova eleição foi marcada “após o prefeito e o vice decidirem renunciar aos cargos para os quais foram eleitos em 2020”. No caso do prefeito (Emerson Stein), para concorrer a deputado estadual nas eleições deste ano. Já o vice (Elias Cabral) optou por não assumir o comando do município, para retomar a carreira de servidor na Rede Estadual de Ensino.

Presidente Castello Branco

Para o município de Presidente Castello Branco concorrem, aos cargos de prefeito e vice, os candidatos Vinícius Zanesco (PSC) e Neiva Kleeman Tonielo (MDB).

O TSE informa que, neste caso, a nova eleição ocorre porque o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do estado confirmou a cassação dos diplomas de Tarcilio Secco e Ademir Pedro Tonielo, eleitos respectivamente prefeito e vice-prefeito em 2020. “Eles foram condenados por ofertarem dinheiro a eleitores para não votarem no dia do pleito, prática proibida por lei”, informa o TSE.

Itapemirim

Já para Itapemirim, concorrem aos cargos os candidatos Antônio da Rocha Sales (PP), Nilton César Soares Santos (PSDB) e José de Oliveira Lima (PDT), após o TSE ter confirmado, em março, a cassação dos mandatos do prefeito Thiago Peçanha Soares, e do vice, Nilton Cesar Santos.

“Eles foram cassados pelo TRE do estado por abuso de poder político e conduta vedada após distribuição gratuita de bens, nomeações e contratações exageradas de servidores comissionados e estagiários, bem como por veiculação de publicidade institucional em período vedado”, informou o TSE.

Três municípios realizam novas eleições neste domingo

Leia também

Papa: oração e ajuda concreta aos irmãos que sofrem

  Na manhã desta quinta-feira (23) o Papa Francisco recebeu os participantes da Assembleia Plenária da Reunião das Obras...

Rafael Matos fatura ATP de Mallorca, seu 3º título de duplas este ano

O tenista gaúcho Rafael Matos conquistou neste sábado (25) o título de duplas do ATP Torneio de Mallorca,...

Athletico-PR vira sobre Bahia e sai na frente pela Copa do Brasil

O Athletico-PR saiu na frente do Bahia pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (22),...

CCJ da Câmara aprova PEC que dá competitividade aos biocombustíveis

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, nesta segunda-feira (20),...

Morre Paulo Diniz, figura da MPB por trás de ‘Pingos de Amor’, aos 82 anos

JOÃO GABRIEL TELLES SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Paulo Diniz, músico da MPB conhecido por sua famosa composição...

Festa de São Pedro: “Barra de São Francisco está voltando a ter vida e atividades”, afirma Enivaldo

O prefeito de Barra de São Francisco Enivaldo dos Anjos realizou visita no terreno da Rodoviária, onde teve...

Homem tenta roubar casal de idosos e é preso pela PM em São Gabriel da Palha

  Um homem de 45 anos foi detido por policias militares, na noite desta quarta-feira (22), em São Gabriel...