Três municípios do Rio Grande do Sul ganharão unidades do Brasil em Campo

Três municípios do Rio Grande do Sul ganharão unidades do Brasil em Campo

Além de Bagé, serão contempladas as cidades de Quaraí e Rio Grande. Foto: Rafael Carvalho / Ministério da Cidadania

Nesta quinta-feira (11), o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, esteve na cidade de Bagé (RS) para formalizar a assinatura de Acordos de Cooperação Técnica com três municípios gaúchos para a construção de unidades do projeto Brasil em Campo. Os complexos contam com equipamentos esportivos e paradesportivos e têm o objetivo de democratizar o livre acesso a estruturas esportivas de qualidade para a população. Além de Bagé, serão contempladas as cidades de Quaraí e Rio Grande.

“O Brasil em Campo traz para a região um equipamento extraordinário. O esporte transforma vidas, capacita pessoas, trabalha a convivência em grupo e exige disciplina”, destacou o ministro. “Temos o sonho de que as crianças brasileiras não sejam campeãs apenas em seus esportes, mas que possam ser campeãs também na vida. E é justamente isso que buscamos com esse projeto.”

O Brasil em Campo pode ser executado em dois modelos: de 24 mil m², com investimento de R$ 1,2 milhão, e de até 12 mil m², cujo investimento requer R$ 750 mil. Ambos contam com infraestrutura 100% acessível e sustentável. Estima-se que cerca de 120 mil pessoas sejam beneficiadas pela versão completa do projeto.

A construção é feita com recursos de emendas parlamentares e é de responsabilidade do Ministério da Cidadania. Os terrenos devem ser cedidos pelo município interessado, já terraplanados, cercados e iluminados. Depois de pronto, o projeto fica a cargo das gestões locais e de empresas interessadas em explorar o espaço, que será compartilhado com turnos escolares de segunda a sábado.

Leia mais

Leia também