Três estações de tratamento de esgoto são inauguradas em Marília (SP)

Três estações de tratamento de esgoto são inauguradas em Marília (SP)

As estruturas permitirão o fim do lançamento diário de 13 toneladas de esgoto nos rios do Peixe e do Aguapeí Foto: Ministério do Desenvolvimento Regional

A partir desta sexta-feira (11), o serviço de coleta e tratamento de esgoto de Marília (SP) atenderá a todos os 260 mil moradores da cidade. Com participação do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, foram entregues três estações de tratamento de esgotamento sanitário na cidade – das bacias do Pombo, Barbosa e Palmital. No total, foram investidos R$ 87 milhões nas estruturas, sendo R$ 63,7 milhões do Governo Federal e R$ 23,3 milhões de contrapartida do município.

O ministro Rogério Marinho ressaltou o compromisso do Governo Federal em dar continuidade às obras, principalmente àquelas ligadas ao setor de saneamento básico. “Elas significam qualidade de vida, diminuição da pressão sobre o sistema de saúde pública, diminuição da mortalidade infantil e melhoria de produtividade dos trabalhadores”, destacou.

As estruturas permitirão o fim do lançamento diário de 13 toneladas de esgoto nos rios do Peixe e do Aguapeí. “Um polo importante como é Marília, que tem toda essa vitalidade econômica e empresarial, não poderia ficar na situação em que se encontrava. Este é um trabalho coletivo, que reúne a vontade da prefeitura local de procurar os recursos e do Governo Federal em poder disponibilizá-los porque considera uma pauta prioritária”, reforçou o ministro.

As três estações de tratamento de esgoto de Marília (SP) tratarão 1.113 litros de esgoto por segundo. Pelo Governo Federal, na primeira etapa da obra, nas bacias de Pombo e Barbosa, foram investidos R$ 44 milhões. Já para a bacia de Palmital, foram repassados R$ 19 milhões.

Leia mais

Leia também