Transcol vai circular com 100% da frota

Mesmo com a queda brusca de passageiros prevista com as restrições para o funcionamento de diversas atividades no Estado, a Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi) reforça que o Transcol vai continuar a operação com 100% da frota circulando, incluindo os veículos com ar-condicionado, totalizando quase 1.500 veículos e mais de 20 mil viagens por dia.

“O sistema de transporte público é essencial e precisaremos manter a operação para garantir que os trabalhadores dos serviços essenciais possam ir e voltar de seus postos de trabalho, com o distanciamento necessário, sobretudo neste momento em que a pandemia chega a um momento crítico”, esclarece o secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno.

Além da manutenção da frota, outra alteração será a suspensão por 14 dias, do uso do passe escolar, já que os estudantes devem permanecer em casa neste período, com a suspensão das aulas presenciais.

A Semobi destaca ainda que desde março de 2020 vem adotando um extenso protocolo com mais de 40 ações para reduzir o risco de contágio pelo novo Coronavírus no sistema de transporte coletivo da Região Metropolitana (Transcol), mas é muito importante que todos façam a sua parte ficando em casa e, em caso de necessidade de utilizar o transporte coletivo, seguir os protocolos de segurança do transporte público: usar a máscara, higienizar as mãos e usar o aplicativo de previsão de horários (ÔnibusGV ) para evitar aglomerações em pontos e terminais.

As medidas implantadas no Sistema Transco continuarão a ser realizadas rotineiramente, enquanto durar a pandemia. São elas: reforço na higienização dos coletivos; higienização e desinfecção diária nos terminais, álcool gel para passageiros nos terminais; obrigatoriedade do uso de máscaras para passageiros e colaboradores do sistema; Botão de denúncia de lotação e não uso de máscara no aplicativo ÔnibusGV, que também conta a função que mostra a lotação em tempo real dos coletivos (em implantação e já disponível em 400 veículos da frota); orientação para deslocamento do horário de funcionamento a diversos setores econômicos para diluir a demanda no transporte, entre outras.

Vale reforçar que o sistema vem operando com 100% da frota desde outubro, mesmo transportando cerca de 70% de passageiros do período pré-pandemia. A Semobi ressalta ainda que todas a medidas são avaliadas constantemente e que a implantação de novas ações não está descartada.

Leia mais

Leia também