Trabalhador morre ao cair em porão de navio no litoral do Espírito Santo

Um homem de 38 anos morreu após cair dentro do porão de um navio que navegava no litoral do Espírito Santo.

A vítima, Walter Souza Santos, fazia uma limpeza no local na manhã de quinta-feira (24) quando acabou caindo de uma altura de 17 metros após o navio balançar.

Segundo a Polícia Civil, ele não estava usando equipamento de segurança. Walter chegou a ser socorrido por colegas, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com a Capitania dos Portos do Espírito Santo, o homem era prestador de serviços no Navio Mercante Intrepid, com bandeira de Malta. A embarcação havia deixado o Porto de Vitória com destino final à cidade do Rosário, na Argentina.

Em nota, a Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) explicou que no momento do acidente o navio estava em alto mar, a 12 milhas de distância, o equivalente a 19 km do litoral capixaba.

A perícia da Polícia Federal chegou a ir ao navio em alto mar, mas a embarcação foi trazida novamente para o Porto de Vitória para a retirada do corpo do homem. Já eram quase 23h quando o corpo de Walter chegou ao Departamento Médico Legal (DML) de Vitória.

Em nota, a Capitania dos Portos informou que as causas e responsabilidades do acidente serão apuradas em um inquérito administrativo sobre acidentes e fatos da navegação, conduzido pela Capitania.

Depois de ser concluído, o inquérito será encaminhado ao Tribunal Marítimo.

Walter é do Rio de Janeiro e não teria parentes de primeiro grau no Espírito Santo. A família entrou em contato com representantes da empresa dele e uma procuração será passada para que os representantes da empresa façam a liberação do corpo nesta sexta (25).

Após a morte do funcionário, o navio voltou para o Porto de Vitória para a retirada do corpo da vítima

Após a morte do funcionário, o navio voltou para o Porto de Vitória para a retirada do corpo da vítima