TODO FIM DE ANO A MESMA COISA

 

ROSA

Todo fim de ano a mesma coisa;

Promessas de que agora tudo vai melhorar.

Todo fim de ano a mesma coisa;

Coisas ruins mandarei para o ar.

Todo fim de ano a mesma coisa;

É hora de começar a estudar.

Todo fim de ano a mesma coisa;

Perderei alguns quilos ao malhar.

Todo fim de ano a mesma coisa;

Por causa de ninguém vou chorar.

Todo fim de ano a mesma coisa;

Metade do que ganhar é para poupar.

Todo fim de ano a mesma coisa;

A casa da vovó tenho que visitar.

Todo fim de ano a mesma coisa;

Ficarei em silencio para escutar.

Todo fim de ano a mesma coisa;

Promessas farei quando o fim do ano chegar.

Texto: Creumir Guerra
Creumir Guerra é Promotor de Justiça no Estado do Espírito Santo

Veja mais sobre Creumir Guerra

Leia mais

Leia também