Titulação de reforma agrária no Piauí contará com georreferenciamento

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) vai utilizar georreferenciamento para a titulação de beneficiários da reforma agrária no Piauí. Cinco empresas assinaram contrato com o Incra para prestação de serviços em projetos de 28 municípios, após a conclusão do processo de licitação aberto pela regional do instituto no estado.

A reforma agrária da região será ampliada com o georreferenciamento de mais 4.500 parcelas em assentamentos, que é um dos requisitos para assegurar a emissão dos títulos de domínio, que transferem a titularidade das parcelas em definitivo para as famílias assentadas. 

O serviço evita a sobreposição de limites entre os lotes e imóveis vizinhos, realizando levantamento das coordenadas geográficas de cada área com o uso de sistema de posicionamento via satélite. 

Ubirajara Machado/Divulgação

Leia mais

Leia também