Terminal do Ibes recebe sistema de geração de energia solar e moderniza sistema de iluminação

O Terminal do Ibes, em Vila Velha, está recebendo ações de eficiência energética nos sistemas de iluminação. A implatação, que é realizada pela EDP, distribuidora de energia do Espírito Santo, conta a substituição dos equipamentos obsoletos por tecnologias mais eficientes, e a instalação de um sistema de geração de energia fotovoltaica. O investimento de R$ 450 mil tornará o local autossuficiente e a energia excedente será transferida para outra instalação da Companhia Estadual de Transportes Coletivos de Passageiros do Estado do Espírito Santo (Ceturb-ES), o Terminal de Vila Velha.

O diretor-presidente da Ceturb-ES, Raphael Trés, ressaltou a importância de projetos como esse, para agregar valor e qualidade ao sistema de transporte coletivo da Região Metropolitana da Grande Vitória. “O projeto está em sintonia com o contexto de sustentabilidade ambiental e econômica, além de incentivar a inovação e aporte tecnológico”, disse.

O projeto conta com a instalação de 224 módulos de geração de energia solar, com capacidade de 75𝑘𝑊𝑝𝑖𝑐𝑜, e estima-se uma economia de 138,17 MWh/ano, o equivalente ao consumo de aproximadamente 57 residências durante um ano (considerando uma casa com o consumo de 200kWh/mês).

As ações no sistema de iluminação consistem na troca de lâmpadas fluorescente compactas, tubulares, vapor metálico e reatores por lâmpadas e luminárias LED. Com relação as luminárias, serão substituídas 133 lâmpadas ineficientes por 187 lâmpadas e luminárias LED.

A substituição da iluminação proporciona uma redução também nos custos de manutenção, já que a durabilidade da lâmpada LED é de cerca de 25 mil horas (cerca de 25 vezes mais que lâmpadas incandescentes e quatro vezes mais que as lâmpadas fluorescentes compactas). O novo sistema também gera menos impacto ambiental  por não possuir mercúrio e outros componentes nocivos em sua composição.

O projeto foi contemplado na Chamada Pública de Projetos do Programa de Eficiência Energética da EDP, que é regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, e a finalização da implantação do projeto acontecerá em novembro deste ano.

Por meio dos investimentos, a EDP sempre busca oferecer cada vez mais ações sustentáveis na produção de energia elétrica e ampliar o alcance de fontes renováveis, como a solar. O projeto do Terminal do Ibes, além de modernizar o local, proporcionará melhorias como mais segurança e conforto à população que utiliza o transporte público”, comenta Alexandre Rodello, gestor de Eficiência Energética e Consumo Sustentável da EDP.

A Chamada Pública da EDP beneficia ações de pessoas físicas e jurídicas que visem à melhoria ou a substituição de instalações na rede, equipamentos e sistemas de controle de uso de eletricidade, com o objetivo de reduzir o consumo de energia em residências, comércio, indústrias, prédios públicos e particulares, hospitais públicos e entidades beneficentes, iluminação pública, entre outros

Nas edições anteriores, foram beneficiados pela Chamada Pública, projetos com a modernização do sistema de iluminação, ar-condicionado e geração fotovoltaica, que envolveram as unidades consumidoras do Hospital Jaime Santos Neves, localizado no município da Serra; sede administrativa da Policia Federal do Estado e Hospital Evangélico, ambos em Vila Velha; seis prédios do Ministério Público Estadual, situados em cidades da área de concessão; além do projeto Eficiência Solidária, que realizou, em 2019, a substituição de 60 mil lâmpadas de maior consumo por LED de clientes residenciais nos municípios de Castelo, Apiacá, Mimoso do Sul e Cachoeiro de Itapemirim.

Leia mais

Leia também