Terceira fase da campanha de vacinação contra a gripe começa nesta segunda

Campanha de vacinação 2019 11 04 2019 Crédito Thiago Gaspar 8b.jpg

Terceira fase da campanha de vacinação contra a gripe começa nesta segunda
– Foto:
Prefeitura de Fortaleza

Começou nesta segunda-feira (11) a terceira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, que será dividida em duas etapas. A primeira, que vai de 11 a 17 de maior, tem como público-alvo as pessoas com deficiência, crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes e mães com até 45 dias após o parto.

O Ministério da Saúde alerta que a parcela da população que integra os grupos prioritários deve ir até um posto de saúde para receber a vacina contra gripe, independente da pandemia do novo coronavírus. E informa que os estados e municípios estão preparados para oferecer a imunização de forma segura aos grupos prioritários.

A vacina contra a gripe não protege contra o novo coronavírus, mas ajuda a imunizar contra síndromes gripais e respiratórias, como explicou a médica infectologista Ana Helena Germóglio. “É muito importante que essas pessoas convocadas compareçam na sua unidade de vacinação, porque desse modo vamos evitar sobrecarga do sistema de saúde porque que a pessoa, por ventura, pode adoecer de um quadro gripal e evoluir para quadros graves e também vai facilitar nos diagnósticos médicos para excluir possíveis casos de influenza”, disse.

Campanha de vacinação encerra em junho

A segunda etapa desta terceira fase da campanha de vacinação começa em 18 de maio e encerra em 5 de junho. O público prioritário são os professores das escolas públicas e privadas e os adultos de 55 a 59 anos de idade. A meta do Ministério da Saúde é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos que integram a terceira fase da campanha.

Saiba mais sobre a importância da vacinação

O governo comprou 79 milhões de doses da vacina para as três fases da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe com investimentos de mais de R$ 1,1 bilhão.

Proteção Covid-19

Na hora de ir a uma unidade de saúde para se vacinar, a médica orientou que não devem ser esquecidos os cuidados de proteção contra o coronavírus, como o uso correto da máscara.

“As pessoas que vão vacinar e sair de casa precisam usar adequadamente a máscara. Crianças menores de dois anos de idade e pessoas que têm dificuldade para retirar a máscara não devem fazer o uso por risco de sufocar”, explicou Ana Helena.


Leia mais

Leia também