Têm início pesquisas na temporada de inverno nos destinos capixabas

O Observatório do Turismo inicia a Pesquisa de Identificação do Perfil do Turista na Temporada de Inverno. O trabalho será realizado em atrativos turísticos de 10 municípios capixabas e nos parques estaduais. A coleta de informações ocorre durante o mês de julho. Nos parques estaduais a pesquisa tem início nesta sexta-feira (02) e será desenvolvida durante quatro finais de semana. Já a pesquisa nos atrativos dos municípios ocorre de 09 a 25 de julho.

“Este monitoramento anual é muito importante não só para o poder público, mas também para os empresários possibilitando adequar suas ações de acordo com o perfil do turista que busca o Espírito Santo e nossos destinos para viajar”, afirma a secretária de Estado de Turismo, Lenise Loureiro. 

As abordagens nos parques estaduais iniciam nesta sexta-feira (02) e ocorrerão todas as sextas e sábados do mês de julho. Serão foco de pesquisa os parques da Cachoeira da Fumaça, em Alegre, Pedra Azul, em Domingos Martins, Forno Grande, em Castelo, Itaúnas, em Conceição da Barra e Paulo César Vinha, em Guarapari.

“Os parques são um atrativo importante no Estado e a pesquisa nos ajudará a conhecer mais o perfil dos visitantes. Assim, com os dados em mãos, poderemos alinhar melhor o serviço prestado com a expectativa dos frequentadores e aperfeiçoar o atendimento e os locais para receber os turistas, ações alinhadas ao nosso projeto estratégico de tornar os parques espaços cada vez mais sustentáveis e acessíveis ao público”, destaca o diretor-presidente do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), Alaimar Fiuza.

Atrativos

Já a pesquisa nos atrativos localizados nos municípios de Alfredo Chaves, Anchieta, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Guarapari, Santa Teresa, Venda Nova do Imigrante, Vila Velha e Vitória inicia no dia 09 de julho e segue de forma contínua até o dia 25.A pesquisa, além de definir o perfil de quem procura estas cidades nesta época do ano, avalia serviços turísticos como hospedagem, passeios, restaurantes, infraestrutura de acesso, sinalização, segurança, limpeza, o ticket médio, avaliação do destino. Também avalia onde o turista busca informações para decisão de viajar, de que forma adquire os serviços contratados, entre outras.

“Essas informações são essenciais ao monitoramento da atividade no estado e auxiliam no desenvolvimento de estratégias de comunicação e promoção dos destinos, na identificação de gargalos de infraestrutura, bem como indicam áreas de atuação para a capacitação da mão de obra, de empresários e de gestores locais”, enfatiza a secretária Lenise Loureiro.

Os resultados serão disponibilizados no site do Observatório do Turismo. 

A pesquisa será realizada pela empresa contratada Qualitest Pesquisa e Capacitação, vencedora da licitação. Todos os pesquisadores estarão devidamente identificados.

 


Leia mais

Leia também