Técnica de enfermagem e idosa da Casa do Vovô são as primeiras vacinadas contra Covid-19 em Nova Venécia

A técnica de enfermagem e vacinadora, Maria da Penha Baldotto Zen, de 62 anos, e a idosa, Noêmia Maria Francisca de Jesus, de 89 anos, institucionalizada na Casa do Vovô Agustinho Baptista Vellozo, foram as primeiras a receberem a primeira dose da CoronaVac, vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês, Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan. Ela servidora pública do município há quase 30 anos.

As aplicações aconteceram na tarde desta quarta-feira (20), no Centro de Atendimento e Enfrentamento à Covid-19 e na Casa do Vovô. “Primeiramente, quero agradecer a Deus. Essa vacina é para salvar vidas nessa pandemia que estamos vivendo. Agora, estou à disposição para vacinar a população veneciana”, disse Maria da Penha, que concluiu afirmando que confia no imunizante.

O secretário de Saúde de Nova Venécia, falou sobre como será a operacionalização da aplicação da vacina no município. “Nesse primeiro momento, vamos estar trazendo esse quantitativo de doses, que é uma representatividade feita pelo Governo do Estado. Entendemos que o público-alvo é maior, mas, nesse primeiro momento vamos dar a chance dos nossos profissionais da linha de frente tomarem a vacina contra a Covid-19, porque eles precisam amparar a população e dar resolutividade à todas as demandas de saúde. Precisamos de uma rede que ampare as necessidades de saúde da população”, disse.

A vacinação teve início pelo Centro de Atendimento e Enfrentamento à Covid-19, com cerca de 15 profissionais, e vai continuar com a linha de frente do Hospital São Marcos, com o grupo de idosos da Casa do Vovô Agustinho Baptista Vellozo e os profissionais de Saúde que atuam na instituição (46 pessoas, ao todo), e com as vacinadoras da Unidade de Saúde Ângelo Piassaroli (14 profissionais).

“É um momento histórico para o município. A prefeitura de Nova Venécia trouxe as vacinas, em primeira mão, para os profissionais do Centro de Atendimento e Enfrentamento à Covid-19, que estão na linha de frente, que estão passando por todas as dificuldades que temos. Quero desejar a todos uma boa sorte de agora em diante, com saúde e com vacina. Vamos trabalhar muito, porque a população veneciana almeja esse tipo de assistencialismo. Precisamos vacinar para fazer o nosso mundo e o nosso município andarem novamente”.

O prefeito de Nova Venécia, André Fagundes, não pode estar presente no evento e foi representado pelo vice, Paulo Roberto Alves Damaceno. “Quero Agradecer toda nossa equipe, a todos os profissionais de saúde que estão se esforçando e colocando a vida em risco para salvar vidas. Em nome do prefeito André Fagundes, que está em Vitória em busca de recursos para Nova Venécia, quero dizer que não vai faltar empenho do município para erradicar o vírus, combater a pandemia, crescer e se desenvolver na área da saúde”, disse Paulo Roberto.

Nova Venécia recebeu 252 doses para primeira fase de imunização contra a Covid-19. O transporte foi feito pela Regional Norte de Saúde, seguindo todos os protocolos de segurança.

De acordo pela Secretaria de Estado da Saúde (SESA), as vacinas são correspondentes à primeira dose da imunização, portanto, serão 252 pessoas imunizadas do grupo prioritário. A segunda dose chegará ao município em data a ser confirmada pela SESA. Também não está definido o cronograma para vacinação dos grupos de risco e nem o quantitativo de doses que o município ainda tem a receber.

Fonte: Jhon Martins / redenoticiaes

Leia mais

Leia também