Talibã anuncia iniciativa nacional de combate à fome e desemprego

Compartilhe


O Talibã, que governa o Afeganistão, anunciou neste domingo (24) a criação de um programa de combate à fome e ao desemprego no país. A iniciativa consiste em distribuir trigo em troca de trabalho para dezenas de milhares de pessoas, e pretende empregar 40 mil homens em Cabul. 

“Este é um passo importante na luta contra o desemprego”, afirmou o porta-voz do governo, Zabihullah Mujahid, antes de declarar que os participantes terão que “trabalhar duro”.

O programa terá duração de dois meses, com 11.600 toneladas de trigo distribuídas na capital e 55 mil em outras cidades importantes do país como Herate, Jalalabad ou Candaar. O Talibã não vai remunerar os trabalhadores com dinheiro. (Com informações do TRT News). 

Leia também

Eleitor de Lula vê menos comida no prato e se preocupa com desemprego, diz Datafolha

JÚLIA BARBON RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A parcela de eleitores que pretende votar no ex-presidente Luiz...

Governo Federal lança serviço inédito de emissão de alertas de desastres

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), lançou, em parceria com o WhatsApp e...

Novas faixas de pedestres foram feitas em frente ao bairro Ipiranga

Novas faixas de pedestres foram feitas nesta sexta-feira (1º), na Avenida Castelo Branco, mais precisamente em frente ao...

Relembre o assassinato de Daniella Perez, que completa 30 anos e que mudou o país

GUILHERME GENESTRETI SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Naquele verão de janeiro de 1993, o Nirvana, então mais importante...

Exército admite não conseguir detalhar armas nas mãos de atiradores e caçadores

RAQUEL LOPES BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O Exército admitiu ser incapaz de produzir relatórios detalhados sobre os tipos...

Câmara vai apreciar Projeto que normatiza plantão de farmácias em Barra de São Francisco

Um projeto para criar um plantão para funcionamento das farmácias e drogarias no município de Barra de São...

Justiça determina que Renova volte a pagar auxílio emergencial a pescadores e agricultores

  Bombeiros durante buscas na barragem de Fundão, em Mariana — Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros A Justiça Federal intimou...