Suspeitos da morte de ativista político e ex-candidato a vereador são presos no Espírito Santo

Dois homens suspeitos de envolvimento na morte do ativista político Jonas Soprani (PSB) foram presos nesta terça-feira (20) em Cariacica, na Grande Vitória.

Os presos foram encaminhados para a delegacia de Linhares, onde o crime aconteceu.

Detalhes da motivação do crime ainda não foram divulgados pela Polícia Civil.

Jonas Soprani foi candidato a vereador de Linhares nas eleições de 2020, mas não se elegeu. Conhecido como ativista político na cidade, ele costumava postar vídeos em suas redes sociais, nos quais dizia fiscalizar as ações da Prefeitura e da Câmara da cidade. Ele foi também o autor de denúncias entregues à Câmara e costumava fazer duras críticas aos poderes da cidade.

O assassinato aconteceu no início da noite do dia 23 de junho. A vítima estava em um bar no bairro Novo Horizonte quando foi atingida pelos disparos.

Jonas Soprani, de 48 anos, foi assassinado a tiros em Linhares

Jonas Soprani, de 48 anos, foi assassinado a tiros em Linhares


Leia mais

Leia também