Suspeito de matar comerciante a tiros na véspera do Natal em Cachoeiro de Itapemirim é preso • SiteBarra

Suspeito de matar comerciante a tiros na véspera do Natal em Cachoeiro de Itapemirim é preso

A Polícia Militar prendeu o suspeito de matar a tiros o comerciante do ramo de carnes, Fabrício Ramos Espalador, de 24 anos, na véspera de Natal do ano passado, em sua própria casa, em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo.

A prisão de Vinícius de Vargas Nascimento, 22 anos, foi feita na manhã desta segunda-feira (10), no bairro Portinho, em Piúma. Contra ele, já havia um mandado de prisão temporária. Ele não ofereceu resistência e foi levado para Cachoeiro a fim de ser interrogado.

De acordo com o delegado Felipe Vivas, titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Cachoeiro de Itapemirim, Nascimento é apontado como autor dos disparos que mataram o comerciante.

“O caso é tratado inicialmente como latrocínio, mas iremos interrogar o suspeito na tarde desta segunda-feira. Posteriormente, ele será encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cachoeiro”, informou Vivas.

Ainda no dia 24 de dezembro, a investigação da Polícia Civil analisou imagens de videomonitoramento e identificou a placa do carro utilizado pelo suspeito e demais comparsas.

“No dia de Natal, abordamos esse veículo e conduzimos os três indivíduos que  estavam no carro para a delegacia. De posse das informações repassadas ao delegado de plantão naquela ocasião, foi feita uma representação pela prisão do Nascimento”, explicou Vivas.

Relembre o crime

O comerciante Fabrício Ramos Espalador foi morto a tiros dentro de casa, em Cachoeiro de Itapemirim, no início da tarde da véspera de Natal. A suspeita é de que ele tenha sido vítima de um latrocínio, que é o roubo seguido de morte.

O crime aconteceu no bairro Aeroporto, onde Espalador trabalhava, em casa, como vendedor de carnes. Ele foi morto por um homem, que teria se passado por cliente, e efetuou dois disparos contra o rapaz, fugindo em seguida.

Segundo informações passadas à Polícia Militar, imagens mostraram que a vítima abriu o portão para um homem desconhecido e os dois entraram na residência.

Ao chegar no local de vendas, o comerciante foi rendido pelo indivíduo, que anunciou o assalto e, em seguida, atirou duas vezes contra a vítima.

Fabrício foi socorrido por familiares e levado para um hospital da cidade. No entanto, ele não resistiu aos ferimentos e morreu.