Suspeito de estupro e assassinato, padrasto na menina Gabrielly se entrega à polícia de Barra de São Francisco

O padrasto da menina Gabrielly, que foi encontrada morta em Barra de São Francisco, se apresentou à polícia civil nesta segunda-feira, 25 de maio de 2020. Havia uma ordem de prisão temporária decretada pela justiça contra ele.

O jovem é suspeito da morte da meninas, de apenas 2 anos de idade. Ele nega a autoria dos crimes.

Gabrielly foi encontrada morta na última quarta-feira, 20 de maio, em um poço, no Córrego Palmital (Próximo à Monte Sinai – Vermelha), interior de Barra de São Francisco. Nas redes sociais, a informação de amigos e familiares é que a menina teria caído e se afogado.

Porém, um laudo preliminar apontou que a menor foi morta por asfixia mecânica (enforcamento) e há indícios de violência sexual.

A mãe da menina também foi presa na semana passada.

 


Leia mais

Leia também