Suspeito de estupro e assassinato, padrasto na menina Gabrielly se entrega à polícia de Barra de São Francisco

O padrasto da menina Gabrielly, que foi encontrada morta em Barra de São Francisco, se apresentou à polícia civil nesta segunda-feira, 25 de maio de 2020. Havia uma ordem de prisão temporária decretada pela justiça contra ele.

O jovem é suspeito da morte da meninas, de apenas 2 anos de idade. Ele nega a autoria dos crimes.

Gabrielly foi encontrada morta na última quarta-feira, 20 de maio, em um poço, no Córrego Palmital (Próximo à Monte Sinai – Vermelha), interior de Barra de São Francisco. Nas redes sociais, a informação de amigos e familiares é que a menina teria caído e se afogado.

Porém, um laudo preliminar apontou que a menor foi morta por asfixia mecânica (enforcamento) e há indícios de violência sexual.

A mãe da menina também foi presa na semana passada.

 

Leia mais

Acidente deixa três pessoas feridas no bairro São Cristóvão, em Nova Venécia

Imagem ilustrativa Três pessoas ficaram feridas em um acidente entre uma motocicleta e um carro, no bairro São Cristóvão, em Nova Venécia. Segundo o Corpo de...

“Novela” da rodoviária de Barra de São Francisco confirmada para 2021

A "novela" da construção do Terminal Rodoviário em Barra de São Francisco está confirmada para a próxima administração, que assume em 2021. Não há ainda...

Funai investe R$ 7,5 milhões para proteger indígenas isolados

Para evitar o contágio das populações indígenas com o novo coronavírus, fundação atua em barreiras sanitárias para monitorar e impedir o ingresso de não...

Leia também