STJ liberta empresário acusado de matar Gabriela Chermont em 1996 no Espírito Santo

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou a liberdade do empresário Luiz Cláudio Sardenberg, condenado pela morte de Gabriela Chermont e que estava preso desde novembro do ano passado. A informação é da TV Gazeta.

Agora, o empresário terá o direito de aguardar em liberdade até que o recurso já apresentado pela defesa seja julgado.

O júri do caso Gabriela demorou 24 anos para ser realizado.

Luiz Cláudio Sardenberg foi condenado em primeira instância a 23 anos e três meses de prisão.

Gabriela morreu após cair do décimo segundo andar de um hotel em Vitória, na madrugada de 21 de setembro de 1996.

Gabriela Regattieri Chermont morreu aos 19 anos em Vitória

Gabriela Regattieri Chermont morreu aos 19 anos em Vitória