Solenidade restrita marca celebração do 7 de setembro no Espírito Santo

O Governo do Epírito Santo realizou, na manhã desta segunda-feira (7), o evento de Independência, em solenidade restrita no 38º Batalhão de Infantaria do Exército, em Vila Velha.

Em decorrência da pandemia do novo coronavírus, a festividade não contou com a presença do público.

O governador Renato Casagrande (PSB), a vice-governadora Jaqueline Moraes (PSB) e o comandante da Guarda Civil de Vila Velha, Iuri de Souza Silva, hastearam as bandeiras do Brasil, do Espírito Santo e do município, respectivamente.

Durante a solenidade, foi feito um minuto de silêncio em homenagem às vítimas da Covid-19.

Quatro helicópteros do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo da Secretaria da Casa Militar (Notaer) sobrevoaram o 38° BI com as bandeiras do Brasil e do Espírito Santo.

Os militares prestaram continências às autoridades de dentro dos helicópteros que seguiram pelas orlas de Vitória e Vila Velha.

O governador falou sobre a solenidade ser realizada de forma restrita e ressaltou os desafios que ainda necessitam ser enfrentados.

“Esse é um 7 de setembro totalmente diferente, seguindo as orientações dos profissionais de saúde. Mas não podíamos deixar de fazer essa homenagem ao Brasil. Temos de comemorar, mas sabemos dos desafios. A pandemia é um desafio, a desigualdade e concentração de riqueza são outros desafios que também temos de enfrentar. Temos mazelas que não foram resolvidas. Estamos comemorando e relembrando nossas tarefas. Uma nação vive de símbolos e o 7 de setembro é um símbolo importante. Fazer este registro, esta homenagem é mostrar o sentimento de brasilidade, um espírito de nação”, disse.

O secretário-chefe da Casa Militar, coronel Jocarly Martins de Aguiar Junior, comentou sobre a solenidade.

“Ano passado devolvemos o 7 de setembro para a cidade de Vitória com uma bela solenidade. Neste ano, com a pandemia, pensamos em algo simbólico, restrito, mas que pudéssemos comemorar esta data tão importante para nosso país. Esperamos que no ano que vem, dentro do novo normal, possamos realizar uma solenidade com a participação da população”, contou.

Também estiveram presentes o comandante da Capitania dos Portos no Espírito Santo, capitão de Mar e Guerra Washington Luis de Paula; o comandante do 38º BI, coronel Marcelo Alves Pinto; o secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ofranti Ramalho; o comandante-geral da Polícia Militar do Espírito Santo, coronel Douglas Caus; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo, coronel Alexandre dos Santos Cerqueira; e o comandante da Escola de Aprendizes de Marinheiro do Espírito Santo, capitão de Fragata Márcio Hersher Stalone.

Durante a solenidade, foi feito um minuto de silêncio em homenagem às vítimas da Covid-19 — Foto: Hélio Filho/Governo do ES
Durante a solenidade, foi feito um minuto de silêncio em homenagem às vítimas da Covid-19 — Foto: Hélio Filho/Governo do ES

Governador, vice-governadora e comandante da Guarda Civil de Vila Velha hastearam as bandeiras do Brasil, do Espírito Santo e do município — Foto: Hélio Filho/Governo do ES

Leia mais

Prepare o casaco! Massa de ar frio deve derrubar as temperaturas no ES no fim de semana

Uma intensa massa de ar frio deve chegar...

Governo retomará obras de duplicação na BR-135 no Maranhão

Governo retomará obras de duplicação na BR-135 no Maranhão

O TEMPO E A TEMPERATURA: Norte do país tem tempo aberto, neste sábado (25)

O tempo segue aberto na maior parte da região Norte do país, neste sábado (25), entre Rondônia, Tocantins, sul do Amazonas e do Pará....

Saúde: Confira como vão funcionar os serviços no feriado de Corpus Christi

Devido ao feriado de Corpus Christi, nesta quinta-feira (11), e o ponto facultativo, decretado pelo Governo...

Leia também