Sistema Nacional de Juventude já registra 20 adesões

Em um mês, o Sistema Nacional de Juventude (Sinajuve), criado pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) alcançou de 20 adesões. O Sinajuve tem o objetivo de catalogar iniciativas e consolidar políticas públicas voltadas aos jovens brasileiros. Entre as 20 adesões estão três estados: Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Ceará. Além disso, nove municípios também já fazem parte do grupo. 

Governo lança campanha que incentiva denúncias de violência doméstica

Entre as Organizações da Sociedade Civil (OSCs) que aderiram ao Sinajuve, está a JCI Brasil, voltada à educação suplementar, desenvolvendo atividades com jovens de 18 a 29 anos. A ONG atinge mais de 200 mil pessoas em 110 países. Também se cadastraram a Agência de Transformação Social (IECAP), o Instituto Escolhi Esperar e a ONG Alvorecer Bahia. 

O sistema também conta com a adesão de conselhos de juventude, como o Conselho Nacional da Juventude (Conjuve) e os conselhos municipais de Canindé (CE) e Boca da Mata (AL), além do conselho estadual do Paraná.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Leia mais

Leia também