Síria recebe doação chinesa de vacinas contra a Covid-19


As autoridades sanitárias da Síria receberam neste domingo (15), o primeiro lote de cerca de 300.000 doses de vacinas contra a Covid-19, doadas pela República Popular da China. 

A iniciativa reflete a profunda amizade e destaca os esforços do gigante asiático para conter a pandemia e contribuir para salvar a humanidade, afirmou o ministro da Saúde sírio, Hassan al-Gobbash, em declarações à imprensa após a chegada de socorros ao Aeroporto Internacional de Damasco, informa a Prensa Latina.

Ele esclareceu que o primeiro lote continha 150 mil doses da vacina Sinopharm e será seguido nos próximos dias por outra carga que contenha o mesmo número de injeções, o que contribuiria para completar a imunização de todos os profissionais de saúde e dos idosos. E com doenças crônicas.

A Síria recebeu 203 mil imunizantes contra a Covid-19 na última quinta-feira da plataforma global de vacinas Covax, criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O Ministério da Saúde da nação árabe anunciou recentemente que planeja vacinar até 25% da população antes do final de 2021.

De acordo com dados divulgados pela carteira, o país confirmou até o momento 22.000 infecções, 15.731 recuperadas e 1.526 mortes por Covid-19.

A Síria enfrenta a pandemia em meio a um bloqueio sufocante e severas sanções impostas pelos Estados Unidos e pela União Europeia, impedindo a importação de equipamentos e suprimentos médicos.

 

(Foto: Prensa Latina)

Leia mais

Leia também