Setur estimula turismo de observação de baleias em municípios litorâneos

Compartilhe

Foto: Hélio Filho/Secom

Atrativo natural do Espírito Santo, o avistamento de baleias Jubartes foi vivenciada este final de semana pelo governador do Estado, Renato Casagrande, e por secretários municipais de Turismo. O fortalecimento do turismo de observação de baleias é parte da carteira de projetos prioritários do Governo do Estado.

O governador Renato Casagrande destacou o privilégio para os capixabas em ter tão próximo da costa a oportunidade de vivenciar esta experiência que contempla não só baleias, como também golfinhos e aves. “Esta é mais uma das nossas riquezas naturais que fazem do Espírito Santo este Estado único e muito privilegiado pelas belezas naturais. Unimos a natureza e a pesquisa, estimulando um turismo responsável de contemplação e gerando emprego e renda para a cadeia produtiva do turismo”, enfatizou.

De acordo com a secretária de Estado de Turismo, Lenise Loureiro, a expedição teve por objetivo proporcionar aos líderes do turismo capixaba a experiência que pode ser também organizada em outros municípios da costa capixaba. “O turismo de observação de baleias é um ativo natural e nós precisamos nos apropriar deste potencial e cada vez mais estimular os municípios litorâneos a se organizarem para que tenham esse atrativo em seu município”, destaca a secretária, dando o exemplo da cidade de Aracruz, que, junto com o Instituto Baleia Jubarte, está organizando os passeios.

Em Aracruz, o município, junto com o Instituto Baleia Jubarte, tem no Museu Histórico de Santa Cruz a base para o receptivo dos turistas onde são feitas palestras sobre as pesquisas desenvolvidas na costa capixaba. Além disto, a equipe do Instituto realizou a capacitação teórica e prática para os mestres, agências e operadoras de turismo sobre ações preparatórias para o desenvolvimento da atividade no município.

Desde 2017, são realizados os passeios para observação de baleias no Espírito Santo. A observação é possível entre os meses de junho e novembro, período que uma média de 20 mil baleias passam pelo Espírito Santo.

A cada ano, cerca de quatro mil turistas realizam os passeios. Essa ação é comercializados por agências de viagem credenciadas pelos grupos de pesquisa que atuam no monitoramento dos cetáceos.

Segurança

Os grupos de pesquisa são os responsáveis pela qualificação do setor de turismo sobre o tema. Com apoio da Secretaria de Turismo (Setur), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Prefeitura de Vitória e Capitania dos Portos, as agências de viagem, barqueiros e guias de turismo são capacitados para atuarem neste tipo de atrativo.

No Espírito Santo, são dois os grupos de pesquisa que realizam o monitoramento dos cetáceos, o Projeto Amigos da Jubarte, desenvolvido pelo Instituto O Canal e Últimos Refúgios, com apoio da Universidade Federal do Espirito Santo (Ufes) e da Vale S.A, e o Instituto Baleia Jubarte, que, além de realizar as pesquisas, mantém, com apoio da Prefeitura de Vitória, o Memorial da Baleia Jubarte, na Praça do Papa. “Importante espaço de divulgação e educação ambiental com acesso gratuito para todos”, ressaltou a secretária Lenise Loureiro.

Geração de Emprego e Renda

De acordo com o projeto Amigos da Jubarte, o Turismo de Observação Natural de Baleias movimenta cerca de US$ 2 bilhões de dólares, anualmente, em todo o mundo, uma matriz importante de geração de emprego e renda, além de uma fonte limpa e sustentável. “Mais de 160 países praticam a atividade e o Espírito Santo faz parte desta rota internacional de “HOTSPOT’ de Observação de Baleias”, pontuou o coordenador do projeto Amigos da Jubarte, Sandro Firmino.

Ele destacou que o Espírito Santo é o maior berçário das Jubartes. “Elas nascem aqui, são brasileiras, são capixabas”.  

As expedições ocorrem de acordo com as condições de navegação e são obedecidos todos os cuidados necessários em decorrência da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Normalmente, as baleias são avistadas há 25 quilômetros da costa, cerca de 40 minutos do continente.

Mais informações: https://descubraoespiritosanto.es.gov.br/segmento/nautico

Fotos galeria: Hélio Filho/Secom e Leonardo Merçon/Projeto Amigos da Jubarte

Leia também

Prefeitura autoriza início das obras de urbanização e pista de caminhada no Condomínio dos Anjos

O prefeito Enivaldo dos Anjos assinou nesta sexta-feira, 1º de julho, a Ordem de Serviço para a implantação...

FPM: prefeituras brasileiras devem receber R$ 2,8 bilhões nesta quinta-feira (30)

Os municípios brasileiros vão receber, nesta quinta-feira (30), cerca de R$ 2,8 bilhões referentes ao terceiro decêndio de...

Petróleo desaba, Bolsa cai e dólar acelera sob temor de recessão

CLAYTON CASTELANI SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O temor de recessão generalizada aprofundava o mergulho dos mercados de...

Primeiro dia da Festa de São Pedro teve concurso de trajes típicos

O prefeito Enivaldo dos Anjos abriu, nesta sexta-feira, 1º, a Festa de São Pedro, que acontece no terreno...

Garoto comemora aniversário no Corpo de Bombeiros de Nova Venécia

  O pequeno Gabriel Pessoa Oliveira completou seis anos de idade neste último domingo, dia 03, e a comemoração...

Corinthians empresta Rodrigo Varanda e libera goleiro para time do Chipre

ARTHUR SANDES SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - O Corinthians fechou nesta segunda-feira (4) a transferência de dois jogadores...