Sesa realiza campanha de conscientização sobre doação de córneas

Compartilhe

Com a finalidade de evidenciar a importância da doação de córneas, a Secretaria da Saúde (Sesa) por meio da Central Estadual de Transplantes do Espírito Santo (CET-ES), realizará ações para divulgação da campanha “Renove um olhar. Seja um doador de córnea”, nos terminais do sistema transcol de Itaparica, Jardim América e Laranjeiras. As ações têm início nesta terça-feira (24) e seguem até a quinta-feira (26).

Será montado nos terminais um estande onde as pessoas poderão se informar e tirar dúvidas em relação à doação de córnea, tirar fotos e acessar um QR Code com filtro para postar nas redes sociais sobre a campanha. As ações ainda contemplarão alunos, funcionários e servidores dos parceiros da campanha que são o Banco de Olhos do Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes (Hucam), o Projeto de Extensão em Saúde Faesa na Comunidade e o Banco de Olhos do Hospital Evangélico de Vila Velha.

A coordenadora da Central Estadual de Transplantes do Espírito Santo (CET-ES), Maria Machado, explica que o transplante de córnea é fundamental para que muitas pessoas possam recuperar a visão, sendo imprescindível o destaque à campanha para que a população se conscientize sobre a importância de falar sobre o assunto.

“É necessário que a população se conscientize, pois o transplante é uma forma de retomada das atividades de muitos pacientes. O programa brasileiro de transplante de órgãos e tecidos é um dos maiores programas públicos do mundo e tem um papel importante na saúde pública do Estado”, explicou a coordenadora.


A doação pode ajudar até duas pessoas

Um doador desse tecido, que deixa os familiares cientes da vontade de ser doador, é capaz de atender até duas pessoas que aguardam por essa oportunidade.

Até esta sexta-feira (20), a Central Estadual de Transplantes do Espírito Santo (CET-ES) contabilizou 600 pessoas à espera de uma córnea, número esse que cresce a cada dia.

Segundo a médica especialista em oftalmologia do Centro Regional de Especialidades (CRE), Caroline Barros, a córnea é um tecido transparente que está na frente dos olhos e quando uma doença rouba a sua transparência e até causa perfurações neste tecido, pode acarretar a perda total da visão.

“O objetivo do transplante é substituir uma porção da córnea doente por uma saudável. Não é o olho todo que é transplantado, apenas tecidos, além disso, qualquer pessoa pode doar. Hoje, o transplante de córneas é muito ocorrente no mundo. O banco de olhos seleciona as córneas e avalia a qualidade, tudo a princípio, após a morte. É fundamental sempre deixar os familiares cientes, em vida, do desejo de doar”, ressalta a oftalmologista.

 

Doenças oculares

São diversas as doenças que podem ser tratadas com o transplante de córneas, uma delas é a Ceratocone, que leva à deformidade progressiva da córnea, podendo causar opacidades graves, dor e cegueira.

Além da Ceratocone, outras doenças frequentes na visão são a Ceratopatia Bolhosa, que ocasiona a descompensação da córnea, com presença de edema e diminuição da visão, devido à falência do endotélio da córnea, podendo ocorrer como complicação após cirurgia de catarata ou distrofia de Fuchs; e os acidentes ou infecções como traumatismos, perfurações, queimaduras químicas, infecções por herpes, entre outras podem levar à opacidade da córnea e cegueira.

 

Transplantes realizados

Em 2022, até o dia 20 de maio, foram realizados 81 transplantes de córneas. Já nos anos de 2021, 2020 e 2019 foram transplantados 272, 130 e 236 córneas, respectivamente.

No Estado, há dois bancos de olhos: um no Hospital Evangélico de Vila Velha (HEVV) e outro no Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes (HUCAM).

 

Diga ‘sim’ à doação

Seus familiares precisam estar cientes da sua vontade de ser um doador, pois são eles quem vão autorizar a captação dos órgãos, após constatação do óbito.

A cirurgia de transplante de córnea consiste na troca da córnea doente por outra sadia e transparente, com o objetivo de restabelecer a visão. Aproximadamente 90% das córneas doadas têm condições de serem transplantadas.

Todas as córneas doadas são cadastradas, avaliadas e preservadas pelos Bancos de Olhos. Por meio do Sistema Informatizado de Gerenciamento de pacientes, é feita a seleção do receptor, obedecendo a uma fila única estadual.

 

Confira a programação 

– 24/05/2022: Terminal de Itaparica, das 09h30 às 12h30;

– 25/05/2022: Terminal de Jardim América, das 14h30 às 17h30;

– 26/05/2022: Terminal de Laranjeiras, das 14h30 às 17h30;

– 27/05/2022: Na Faesa, das 16h30 às 20h;

– 31/05/2022: Na garagem da Viação Grande Vitória, das 15h às 17h;

 

Leia também

PF cumpre mandados de prisão contra grupo liderado por um ex-major da PM

A Polícia Federal cumpriu nesta quarta-feira (6), mandados de busca e apreensão e de prisão temporária, em Mato...

Covid-19: Duas crianças menores de 5 anos morrem por dia, em média, no Brasil

Em 2020, 599 crianças de até 5 anos morreram pela Covid-19. No ano seguinte, período em que a...

Dança das escolas abrilhanta o segundo dia da Festa de São Pedro, no centro da cidade

  A apresentação de danças das escolas municipais e das quadrilhas da Escola Municipal de Ensino Fundamental Vicente Amaro...

INDICADORES: Preço do boi gordo tem queda nesta segunda-feira (4)

A cotação da arroba do boi gordo começou a segunda-feira (4) com alta de 1,72% e o produto...

Prefeitura de Jaguaré vai pavimentar distrito de Fátima

  Já está na conta do Fundo Municipal de Investimento da Prefeitura de Jaguaré, o recurso para início das...

PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: Serviço oferecido pelo SUS previne problemas como parto prematuro e baixo peso ao nascer

O atendimento odontológico é uma das etapas de rotina das consultas de pré-natal oferecidas na Atenção Primária (APS)...

Tradicional procissão marítima de São Pedro volta a ser realizada em Vitória

A 94ª edição da procissão marítima de São Pedro, em homenagem ao santo padroeiro dos pescadores, foi realizada...