Sesa alerta para cuidados no combate à dengue no Estado

Compartilhe

A Secretaria da Saúde (Sesa) alerta para o aumento do número de casos de dengue relembrando da importância do combate ao Aedes aegypti. Eliminar os criadouros do mosquito, pode garantir a proteção de toda a comunidade contra possíveis endemias, já que a dengue é uma doença sazonal, com maior incidência em períodos de chuva e calor. 

De acordo com o chefe do Núcleo Especial de Vigilância Ambiental, Roberto Laperriere Júnior, no Estado a dengue ainda está sob controle. “Observamos um aumento gradativo no número de notificações de casos de dengue em relação ao ano passado. Apesar de ainda não termos uma situação alarmante em relação ao quantitativo de casos é importante o alerta, principalmente em observância à situação no restante do País”, afirmou.

Laperriere lembra ainda que a notificação dos casos do ano passado pode ter sido comprometida devido à pandemia, quando as pessoas estavam com mais receio em sair de casa e procurar as unidades de saúde por conta da contaminação.

“Por isso, é muito importante que as pessoas busquem atendimento em caso de qualquer sintoma como febre, dor de cabeça e no corpo persistente e manchas avermelhadas. Isso é importante tanto para saúde quanto para as notificações e medidas de controle”, ressaltou.

Além disso, o chefe do Núcleo Especial de Vigilância Ambiental chamou atenção para a eliminação dos focos do mosquito. “É preciso que um empenho coletivo. A população precisa ficar atenta com a limpeza dos quintais e objetos que acumulam água. A limpeza deve ser feita, no mínimo, semanalmente, pois temos que considerar o ciclo biológico do mosquito, que ocorre de três a oito dias. Eliminando o foco nesse período, conseguimos inibir a proliferação”, ressaltou.

Espírito Santo registra mais de quatro mil casos de dengue em 2022

O Espírito Santo já registro, neste ano, 4.620 casos de dengue. Os dados podem ser conferidos no boletim desta quarta-feira (20). Se comparado ao mesmo período do ano passado, são 262 casos a mais.

Já em relação a zika e Chikungunya, até esta semana, foram 248 e 983 casos, respectivamente, contra 406 e 1.368 do mesmo período de 2021.  

Os boletins epidemiológicos são divulgados semanalmente pela equipe do Núcleo Especial de Vigilância Ambiental, da Sesa.

 

Veja aqui o 15º boletim da dengue

Veja aqui o 15º boletim de zika.

Veja aqui o 15º boletim chikungunya.

 

Leia também

Prefeitura de Nova Venécia divulga Edital para contratação de supervisor escolar

  A Prefeitura de Nova Venécia, por meio da Secretaria Municipal de Educação, divulgou Edital de processo seletivo simplificado...

ES: carreta tomba, atinge carro e rodovia Leste-Oeste é interditada

Uma carreta tombou e atingiu um carro na Avenida Leste-Oeste, em Cariacica, na Grande Vitória, na noite desta...

Defesa Civil reconhece situação de emergência em mais 13 cidades atingidas por desastres

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), reconheceu, nesta quinta-feira (19), a situação de...

Conheça os direitos de todos os cidadãos usuários do SUS

O Sistema Único de Saúde (SUS) é um dos maiores sistemas de saúde pública do mundo. Ele foi...

NORDESTE: Defesa Civil Nacional reconhece situação de emergência em mais 14 cidades

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), reconheceu, nesta segunda-feira (23), a situação de...

Secretaria da Mulher faz campanha contra a Exploração Sexual Infantil

  Várias servidoras – e pelo menos um servidor – da Secretaria Municipal da Mulher, Habitação e Assistência Social...

Lyon derrota Barcelona em Turim e conquista Liga dos Campeões feminina

O Lyon (França) derrotou o Barcelona (Espanha) por 3 a 1, neste sábado (21) em Turim (Itália), e...

Programa Agro Mais inicia atendimentos em Jaguaré

  A Secretaria Municipal de Agricultura da Prefeitura de Jaguaré já está em campo executando as solicitações de serviços...