SEP transfere Metodologia de Gestão Estratégica para a ES Gás

A Secretaria de Economia e Planejamento (SEP) realizou, nesta segunda-feira (28), a reunião de comunicação do processo de Transferência de Metodologia em Gestão Estratégica feito para a ES Gás. AaAção acontece após a realização de sete oficinas técnicas ministradas para servidores da concessionária responsável pela distribuição do gás natural canalizado no Espírito Santo.

Todo o processo teve início em outubro de 2020. Na ocasião, foram pactuados papéis e responsabilidades da SEP e da empresa concessionária, que é regulada pela Agência de Regulação de Serviços Públicos do Espírito Santo (Arsp), além de fatores de sucesso da transferência e principais benefícios da gestão estratégica.

As oficinas, ministradas de forma on-line pela equipe da Subsecretaria de Planejamento e Projetos da SEP, envolveram atividades ligadas às definições de missão, visão e valores do órgão; análise de cenário; desafios; de indicadores e metas; estruturação do Escritório Setorial de Projetos; e de projetos e ações.

Difundir a cultura de Gestão Estratégica no Governo do Espírito Santo, por meio da orientação e do apoio aos órgãos na elaboração e implantação do Planejamento Estratégico Setorial, definir a carteira de programas e projetos e o modelo de gerenciamento, além da utilização Sistema de Gerenciamento Estratégico de Projetos do Governo do Espírito Santo (SigES), constituem os objetivos da Transferência de Metodologia em Gestão Estratégica realizada pela SEP.

Na reunião de comunicação desta segunda-feira, ficou definido que para o acompanhamento e gestão dos projetos listados no Planejamento Estratégico da ES GÁS será realizada, futuramente, a assinatura do termo de cessão do SigES. Esse sistema é a principal ferramenta de comunicação em tempo real entre a linha decisória e as instâncias de apoio do Modelo de Gestão Realiza+ para gerenciamento estratégico de projetos, desafios, indicadores e entregas previstas.

De acordo com a Subsecretaria de Planejamento e Projetos, o SigES auxilia no foco em informações estratégicas necessárias para provocar e agilizar decisões que tratem os riscos e resolvam problemas durante a execução do projeto, e contribui para acelerar a execução das iniciativas estratégicas e assegurar o alcance dos resultados.

Para o diretor-presidente da ES Gás, Heber Resende, o trabalho envolvendo o planejamento estratégico “foi uma excelente oportunidade para refletirmos sobre o nosso segmento e estabelecer os objetivos que pretendemos alcançar para que a ES Gás cumpra sua missão e visão.”

Segundo ele, as oficinas foram momentos ricos de discussão e delimitação do escopo do trabalho, “com a condução precisa da SEP que, com a transferência da metodologia, nos auxiliou a construir o mapa estratégico que agora funciona como uma bússola a guiar nossas ações.”

Resende agradeceu à SEP e aos técnicos da Subepp, que definiu como competentes. “Esperamos, com o trabalho realizado, atingir os resultados esperados e contribuir para que o Espírito Santo seja cada vez mais um Estado que fornece qualidade de vida aos capixabas e oportunidades aos empreendedores”, afirmou.

A subsecretária de Estado de Planejamento e Projetos, Joseane Zoghbi, também destacou o profissionalismo e a competência das equipes da ES Gás e da Subepp. “A capacidade técnica do grupo contribuiu em muito para o ótimo resultado que obtivemos nas atividades realizadas ao longo das oficinas ministradas”, explicou.

 


Leia mais

Leia também