Sentença de Derek Chauvin pela morte de George Floyd será divulgada em 16 de junho


(ANSA) – A sentença do ex-policial Derek Chauvin, condenado em três categorias de homicídio pela morte do afro-americano George Floyd, será proferida no próximo dia 16 de junho.

A audiência será realizada no Tribunal Distrital do Condado de Hennepin, na cidade de Minneapolis, às 13h30 (horário local), segundo a programação online da justiça americana.

Na última terça-feira (20), um júri popular condenou o ex-policial branco pela morte de Floyd, asfixiado durante uma abordagem policial em Minneapolis, em maio de 2020, em um caso que incendiou os Estados Unidos e culminou em protestos em todo o mundo.

Os 12 jurados consideraram o agente culpado em todas as três acusações: homicídio em segundo grau (quando inicialmente não há intenção de matar, mas o réu mata enquanto comete intencionalmente outro crime), homicídio culposo em segundo grau (quando o réu assume o risco de assassinar alguém ao ter uma atitude imprudente) e homicídio em terceiro grau (quando o réu age sem levar em consideração o risco à vida humana).

Chauvin permanecerá sob custódia das autoridades americanas até a leitura da sentença. A soma máxima dos três crimes é de 75 anos de prisão, mas especialistas acreditam que o ex-agente pode ser condenado até 15 de anos, com base na falta de antecedentes criminais.

Após a audiência, a defesa de Chauvin poderá recorrer de todas as condenações dentro de 90 dias. 

Inscreva-se na TV 247, seja membro, e assista ao comentário do jornalista Brian Mier sobre o assunto:

Derek Chauvin, assassino de George Floyd

Derek Chauvin, assassino de George Floyd (Foto: POOL/Reuters)

Leia mais

Leia também