Senasp Itinerante: iniciativa busca soluções para melhorar a segurança pública no país

Senasp Itinerante: iniciativa busca soluções para melhorar a segurança pública no país

Representantes do Governo Federal vão percorrer as cinco regiões brasileiras para ouvir as principais demandas das Secretarias de Segurança Pública dos estados sobre os desafios no setor Foto: Daniel Estevão/MJSP

Melhorar a segurança pública em todo o país. Este é o objetivo da Senasp Itinerante, uma iniciativa inédita da Secretaria Nacional de Segurança Pública, que começou nesta semana. Representantes do Governo Federal vão percorrer as cinco regiões brasileiras para ouvir as principais demandas das Secretarias de Segurança Pública dos estados sobre os desafios no setor. O projeto vai ajudar na elaboração de políticas públicas específicas para cada região.

“Entendemos que os estados e as regiões possuem características e similaridades”, disse Renato Paim, secretário nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

E a ação Senasp Itinerante começou por Goiânia, em Goiás. Representantes da Secretaria Nacional de Segurança Pública estão por lá, até a próxima quinta-feira (8), para ouvir secretários de Segurança Pública dos estados da Região Centro Oeste, comandantes-gerais das Polícias Militar, Civil e dos Corpos de Bombeiros militares.

Até novembro, a ação vai percorrer mais quatro capitais: Belo Horizonte (MG), Natal (RN), Rio Branco (AC) e Curitiba (PR).

“Queremos verificar aquelas demandas estruturantes que conseguem atender um maior número de estados possíveis, para que possamos colocar essas demandas à equipe Senasp, pensarmos a respeito delas e fazermos entregas direcionadas às demandas dos estados. Não nos cabe almejar resultados que não estejam ligados com as demandas dos estados”, acrescentou Paim.

Além de ouvir as demandas locais, a Senasp Itinerante também vai apresentar aos estados os programas estruturantes do Ministério da Justiça e Segurança Pública, divididos em sete temas. São produtos que abordam, por exemplo, o fortalecimento das instituições de segurança; a valorização dos profissionais do setor e políticas de prevenção à violência.

Sinesp Agente de Campo

Durante a Senasp Itinerante, também será apresentado aos gestores estaduais o projeto Sinesp Agente de Campo, uma ferramenta digital gratuita que promete agilizar o trabalho dos profissionais que fazem parte do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP).A ideia é que a ferramenta conte com mais de cem mil usuários até a primeira quinzena de novembro.

O Agente de Campo é um aplicativo que permite, por exemplo, o acesso do policial, em tempo real, a boletins de ocorrência, a mandados de prisão e busca detalhada de veículos roubados. É mais agilidade e eficácia no atendimento à população. O Sinesp Agente de Campo já foi testado no Pará, em Tocantins e no Acre. 

“É uma ferramenta que nós almejamos que seja fator de integração de todos os entes federativos, daquelas pessoas que estão na ponta trabalhando no dia a dia”, finalizou o secretário.

O aplicativo faz parte do Sinesp Big Data, um projeto do Ministério da Justiça e Segurança Pública voltado à integração e à análise de dados na segurança pública nacional.

 

Leia mais

Guarapari barra ônibus de excursão, turismo está proibida na cidade por causa do coronavírus

A entrada de veículos de turismo em Guarapari...

RJ: Estudantes terão plataforma online de conteúdos pedagógicos

Estudantes da rede pública do Rio de Janeiro terão acesso a plataforma online de conteúdos curriculares do ano letivo. O programa Portal do Conhecimento...

Motociclista fica ferido em acidente no KM 41, entre Nova Venécia e São Mateus

Imagem ilustrativa Um motociclista ficou ferido após sofrer um acidente na manhã desta segunda-feira (28), em Nestor Gomes (KM 41), na zona rural de São...

Leia também

MP em discussão no Congresso Nacional pode aumentar volume de crédito oferecido a empresários paranaenses

A obtenção de crédito por empreendedores brasileiros tem se tornado um entrave durante a crise financeira ocasionada pela pandemia. No Paraná, segundo pesquisa do...

Leilão do saneamento básico em Alagoas deve aumentar percentual da população que recebe atendimento de coleta de esgoto

O serviço de saneamento básico deve ter um novo cenário na região metropolitana de Maceió nos próximos anos. Atualmente, segundo dados do Sistema Nacional...

AMAPÁ: SESI e SENAI iniciam projeto para adequação à Lei Geral de Proteção de Dados

Em vigor desde setembro de 2020, a chamada Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) pretende garantir mais privacidade, segurança e transparência no uso...

Saneamento básico: gestão comunitária da água é a esperança para 17 milhões de moradores da área rural

Segundo o estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), nos próximos anos, 17 milhões de pessoas que moram em áreas rurais terão saneamento...