Sem maioria, Netanyahu pode fracassar em tentativa de formar governo em Israel


O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu foi designado nesta terça-feira (6), para formar o próximo governo, um dia após as consultas do presidente Reuven Rivlin com os partidos que conquistaram cadeiras no Parlamento nas eleições legislativas de 23 de março, as quartas em menos de dois anos.

“Tomei minha decisão com base nas recomendações (dos partidos), que indicam que o deputado Benjamin Netanyahu tem a maior possibilidade de formar o governo, por isso decidi designá-lo para formar o governo”, disse o presidente de Israel, Reuven Rivlin. 

As eleições legislativas de 23 de março não permitiram definir um vencedor claro para retirar o país de uma longa crise política.

Na segunda-feira, 52 deputados do Parlamento israelense, recomendaram solicitar a Netanyahu a formação do próximo governo, durante reuniões com o presidente.

O partido de direita de Netanyahu, o Likud, conquistou apenas 30 de 120  cadeiras nas eleições legislativas.

Primeiro chefe de Governo da história do país a enfrentar processos judiciais durante seu mandato, Netanyahu é acusado de corrupção, fraude e abuso de confiança em três casos. 

(Foto: REUTERS)

Leia mais

Leia também