Sejus e Sectides levam formação profissional a egressos

A parceria firmada entre a Secretaria da Justiça (Sejus) e a Secretaria de Inovação e Desenvolvimento (Sectides) está levando cursos de qualificação profissional a pessoas privadas de liberdade e também egressos e seus familiares.

Nessa segunda-feira (21), teve início o curso de manicure e pedicure, de 160 horas, com 15 vagas preenchidas por egressas, pessoas que passaram pelo sistema prisional e também familiares de presos e/ou egressos. 

A subsecretária de ressocialização, Roberta Ferraz, destacou que a formação faz parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), e essa é a primeira vez no Estado que o curso do Pronatec atende os egressos do sistema prisional.

“Essa é mais uma forma de apoiar esse público na geração de renda após o cumprimento da pena. Nós estamos trabalhando para gerar oportunidades de ressocialização em todo o sistema, pensando também na reinserção social dos egressos. Estamos trabalhando, junto à Sectides, para ofertar mais de 1.500 vagas para apenados e egressos até 2023”, disse Roberta Ferraz.

Para a subsecretária de Estado de Educação Profissional, Solange Batista, educação é o único caminho para transformação da sociedade.

“Quando você aprende um ofício, você ganha oportunidades. Esse curso traz um leque de chances para empreender e gerar renda. Aqui vocês aprendem técnicas, um conhecimento que irá prepará-las para o mercado de trabalho. Com muita alegria participamos dessa aula inaugural e queremos ver essa turma inteira na formatura, daqui a três meses, e com muitas já atuando. Aproveitem essa capacitação!”

Fora do sistema prisional há cerca de um ano, Sara Cristina Nunes está animada com a oportunidade “Eu quero muito fazer as coisas diferentes. Às vezes não temos oportunidades e é muito difícil conseguir emprego. Mas hoje eu estou tendo uma chance. Quero cuidar da minha família. Aqui posso aprender, fazer meu dinheiro e mostrar para todas que é possível”, afirmou Sara Cristina Nunes.