Seis estados estão livres da febre aftosa sem vacinação, reconhece Mapa

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) reconheceu na última sexta-feira (14) seis estados como livres da febre aftosa sem vacinação. Para alcançar o status, Acre, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia e regiões do Amazonas e de Mato Grosso aprimoraram os serviços veterinários oficiais e implantaram um programa estruturado para manter a condição de livre da doença, de acordo com diretrizes do Código Terrestre da Organização Mundial da Saúde Animal (OIE). 

Segundo a ministra Tereza Cristina, com o reconhecimento nacional, esses estados vão poder ampliar a participação no mercado internacional. O Brasil, segundo ela, já é livre de febre aftosa com vacinação, mas o bloco de unidades da federação que é livre da doença sem vacinação vai poder exportar para mercados mais exigentes, casos do Japão e da Coreia do Sul, por exemplo. 

Proprietários rurais vão ter que atualizar dados cadastrais dos imóveis

Política governamental pode ampliar a produção nacional de minerais estratégicos

Contratação do crédito rural bate recorde no primeiro mês do Plano Safra

Após o reconhecimento interno, espera-se que esses estados alcancem a mesma condição a nível internacional. A expectativa é de que isso ocorra até maio de 2021. Atualmente, somente o estado de Santa Catarina possui a certificação internacional de zona livre de febre aftosa sem vacinação. 

Mapa

Leia mais

Leia também