SEGURANÇA HÍDRICA: Secretários dos 26 estados e do DF debatem planejamento de ações

Compartilhe

Secretários e diretores da área de recursos hídricos dos 26 estados e do Distrito Federal participaram, nesta terça-feira (5), de reunião com representantes do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). O evento teve como objetivo principal discutir a atualização do Plano Nacional de Recursos Hídricos (PNRH), válido para o período de 2022 a 2040, e o Programa Nacional de Revitalização de Bacias Hidrográficas.

Na abertura do evento, o secretário nacional de Segurança Hídrica, Sergio Costa, destacou a importância do debate amplo com os representantes estaduais para melhor entender as demandas das diversas regiões do País. “Como o Brasil é muito grande, precisamos debater sobre as regiões e os problemas pontuais”, salientou o secretário. “O formato da reunião é para que todos os estados se pronunciem, falem sobre suas necessidades”, completou.

A secretária de Recursos Hídricos do Estado de Pernambuco, Fernandha Lafayette, também reforçou a importância do evento e ressaltou a urgência de se discutir a questão da segurança hídrica, sobretudo devido às transformações climáticas dos últimos anos. “Sabemos dos desafios, não só no Nordeste, mas no Brasil todo. Isso nos obriga a pensar fora da caixa e trazer propostas e alinhar, junto ao MDR, o que queremos para os próximos anos e gerações”, afirmou.

Os participantes também debateram ações integradas a serem desenvolvidas em parceria para a revitalização de bacias hidrográficas, além dos problemas e desafios identificados para que as ações sejam implementadas com eficiência.

“Segurança Hídrica é algo que precisa ser pensado e planejado para termos êxito em nossas ações. Vejo essa reunião como uma ação importante para todos os estados”, comentou a diretora de Recursos Hídricos da Fundação Estadual do Meio Ambiente do Estado de Roraima, Marta Mota Henchen.

A reunião também abordou demandas dos diferentes estados, com coleta de sugestões e esclarecimento de dúvidas. “Sabemos das diferenças regionais, cada um com suas demandas, e é preciso pensar e planejar com base nos diversos planejamentos que existem, em nível local, regional e nacional”, argumentou o secretário-adjunto de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Rio Grande do Norte, Carlos Nobre.

Fonte: MDR

Encontro contou com a participação de secretários e diretores da área de recursos hídricos dos 26 estados e do Distrito Federal (Foto: Dênio Simões/MDREncontro contou com a participação de secretários e diretores da área de recursos hídricos dos 26 estados e do Distrito Federal (Foto: Dênio Simões/MDR

Leia também

Dega do Altoé anuncia licitação para asfaltar Avenida e ruas em Nova Venécia

  O vereador Dega do Altoé (PDT), parabenizou o prefeito André Fagundes e divulgou que no próximo dia 18,...

Três cidades mineiras atingidas por desastres receberão mais de R$ 1,2 milhão para ações de defesa civil

Três cidades de Minas Gerais atingidas por desastres naturais vão receber mais de R$ 1,2 milhão para ações...

Ave silvestre é resgatada com a asa quebrada em Barra de São Francisco

Uma Anhuma, também conhecida como Alicorne ou Iúna, foi encontrada nesta quinta-feira, 4 de agosto de 2022, em...

Prefeitura presta conta de realizações em Vila Paulista

O prefeito de Barra de São Francisco, Enivaldo dos Anjos, esteve na noite da última sexta-feira, 29, prestando...

Ex-galã e conservador, Felipe Folgosi vai entrar para a política

ANA CORA LIMA RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O time de ex-galãs conservadores que apoia Jair Bolsonaro...

FCO tem alta de mais de 25% nas contratações em 2022

Empreendedores urbanos e produtores rurais da Região Centro-Oeste contrataram R$ 3,85 bilhões por meio do Fundo Constitucional de...

Mais Você exibe macaco ao abordar racismo contra filhos de Gagliasso e Ewbank

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O programa Mais Você exibido na manhã desta segunda-feira (1º) pela Globo mostrou...

Vitória: famílias acampadas em frente à prefeitura terão moradia provisória para deixar ocupação

  Ocupação em frente à Prefeitura de Vitória Depois de quase quatro meses de ocupação em frente à sede da...